Desafios da operação hoteleira são tema de palestras


Quem não gosta de receber amigos em casa e tornar esse momento agradável e acolhedor? É com essa mesma mentalidade que um hotel deve ser pensado de acordo com o gerente geral do hotel Jurerê Beach Village, Samir Miguel, um dos palestrantes do III Ciclo de Palestras Valter da Luz, promovido pelo núcleo docente estruturante do curso superior de tecnologia em Hotelaria do Câmpus Florianópolis-Continente do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). O evento, realizado nesta segunda-feira (15), no auditório da Reitoria, contou também a palestra do gerente geral do Hotel Novotel da Rede Accor, Uldenir Merlin, e teve como tema os “Os desafios da operação hoteleira”.

Tornar o ambiente acolhedor é um dos desafios dos hotéis conforme mencionaram os dois palestrantes. Em sua apresentação, Merlin destacou três grandes batalhas que já foram perdidas pelo setor hoteleiro em função do perfil conservador: o crescimento das OTAs (agências on-line como Booking e Decolar), as metabuscas e os sistemas compartilhados (como o Airbnb). “Vivemos em um mundo que está se reconstruindo pela mudança de cultura e precisamos estar atentos a essa mudança de comportamento para não perder a próxima onda”, enfatizou.


Neste sentido, o executivo destacou três eixos que devem ser trabalhados pelo setor: TI, serviços e gastronomia. “Precisamos criar história com os nossos clientes”, afirmou Merlin.


Entre os desafios da operação hoteleira, Miguel destacou a questão da carreira, que inclui desde a escolha da profissão até a capacitação e a disponibilidade do profissional. “A escolha profissional é possível com a existência de cursos como os que são oferecidos pelo IFSC”, disse. O gerente foi enfático ao afirmar que ter um inglês fluente é imprescindível para quem quer trabalhar na área.


Outro desafio que Miguel apresentou para os alunos dos cursos de Hotelaria, Gastronomia e Eventos – que participaram do evento – foi o de gerir pessoas e ter liderança. “A formação de equipe é o ponto-chave para o desenvolvimento de carreira”, constatou. Pensar em diferentes modelos de negócios e na quebra da sazonalidade também são desafios a serem superados de acordo com Miguel.


Após as apresentações, os palestrantes responderam dúvidas de professores e alunos que acompanharam o evento. O Ciclo de Palestras Valter da Luz é promovido anualmente pelo câmpus.


Na abertura do evento, a reitora do IFSC, Maria Clara Kaschny Schneider, relembrou a história do Câmpus Florianópolis-Continente e a sua importância para a formação de profissionais. “Reiteramos nosso compromisso com Florianópolis e Santa Catarina de trabalhar na qualificação da área de hospitalidade e lazer”, afirmou.


O diretor-geral do câmpus, Caio Monti, contou a sua relação pessoal com o empresário Valter da Luz, que dá o nome ao Ciclo de Palestras – e destacou o cuidado que se deve ter com a hospitalidade. “Tudo o que fazemos com carinho e determinação, a gente alcança”, disse.


Quem foi Valter da Luz


O empresário Valter José da Luz foi dono da famosa cafeteria Ponto Chic, também conhecida como Senadinho, no centro de Florianópolis. Nascido na Capital, Valter mantinha atividades no setor de turismo, mas marcou mesmo a história da cidade com seu café, que comandou entre 1968 e 1983. Ele faleceu aos 74 anos em 2014.


Por Marcela Lin | Jornalista IFSC



AddThis Social Bookmark Button
   
Estude no IFSC - Vagas abertas - Clique aqui
 
 Cadastro de interesse

Observatório de egressos

Carta de serviços ao cidadãoAcesso à informação
Ouvidoria
Desenvolvido em Joomla!