Pular para o conteúdo

Notícias

Usina solar é inaugurada no Câmpus Jaraguá do Sul-Rau

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 02 mar 2018 16:20 Data de Atualização: 12 mar 2018 17:14

A reitora do IFSC, Maria Clara Kaschny Schneider, participou nesta sexta-feira (2) da inauguração simbólica da usina solar instalada no Câmpus Jaraguá do Sul-Rau e que começou a funcionar no final do ano passado. O evento ocorreu em frente ao Centro Acadêmico do câmpus e contou com a participação de servidores, direção-geral e estudantes de Engenharia Elétrica. Clique aqui e saiba como funciona a usina instalada no câmpus.

Durante a inauguração da usina – que entrou em funcionamento oficialmente em 20 de outubro de 2017 –, a reitora destacou a preocupação institucional com ações voltadas à sustentabilidade. “Essa usina é um marco para nós, pois queremos um país mais sustentável, cuidando do meio ambiente e com formas alternativas de consumo e de geração de energia”, disse.

Com 260 placas fotovoltaicas (que captam a luz do sol e a transformam em energia elétrica), a usina ocupa 500 metros quadrados do telhado do câmpus e representa uma economia de R$ 6 mil a R$ 9 mil por mês na conta de luz. O relógio bidirecional que permite que a energia gerada pela usina seja entregue à rede da Celesc passou a funcionar no final de janeiro deste ano.

A implantação da usina solar no Câmpus Jaraguá do Sul-Rau custou aproximadamente R$ 440 mil.

Outros assuntos

Ainda durante a manhã, a reitora aproveitou a presença de estudantes e servidores para falar de outros projetos em andamento no Instituto e no câmpus. Entre eles estão a implantação do novo sistema acadêmico, de um aplicativo do IFSC para celulares e do novo portal (www.ifsc.edu.br). “Durante o ano também os sites de cada câmpus serão atualizados para o formato do novo portal, ficando mais modernos e acessíveis”, explicou.

O diretor-geral do câmpus, Eduardo Evangelista, também elencou melhorias realizadas no câmpus e destacou a obras realizadas e em andamento. “O sistema de prevenção de incêndios, a pintura do câmpus e a própria usina vão beneficiar todos os estudantes e servidores. Além disso, o novo bloco, com oito salas de aula e espaço para a biblioteca, vai ficar pronto em quinze meses”, afirmou. A construção do novo bloco está orçada em 2,5 milhões de reais.

Clique aqui e veja as fotos da inauguração realizada nesta sexta-feira de manhã.

INSTITUCIONAL