Pular para o conteúdo

Notícias

Novo bloco do Câmpus Xanxerê começa a ser construído

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 12 mar 2018 18:31 Data de Atualização: 12 mar 2018 18:39

Nos próximos 15 meses, o Câmpus Xanxerê do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) irá aumentar a estrutura física. Um novo bloco começou a ser construído atrás do atual espaço, no bairro Veneza.

O bloco será erguido com três pavimentos. Neles, serão oito salas de aula, biblioteca com salas de estudo e um laboratório multiuso. Todos os ambientes foram desenvolvidos levando em consideração a acessibilidade.

Em torno da obra, haverá um estacionamento próprio com acesso pela rua Ângelo B Corso – lateral da entrada principal do câmpus. Outra novidade é que o atual estacionamento também será restaurado. E o passeio publico também será adequado às normas de acessibilidade.

O bloco é erguido pela CRC Engenharia de Joinville, que ganhou a licitação da obra. Ao todo, serão gastos R$ 4,4 milhões garantidos pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), vinculada ao Ministério da Educação (MEC).

Além da direção e do departamento de administração do câmpus, o engenheiro civil do IFSC Felipe Ramos Machado também acompanha o desenvolvimento da construção. Ele explica que a fiscalização do setor de Engenharia do IFSC acompanha o contrato, incluindo suas cláusulas e o descritivo dos serviços a serem executados.

“Acompanhamos a execução da obra, verificando tanto a aplicação dos materiais e equipamentos na quantidade e qualidade previstas, quanto o cumprimento do cronograma físico-financeiro e a medição dos serviços efetivamente realizados”, descreve o engenheiro.

A ampliação da estrutura física do câmpus é tratada como assunto de urgência pela direção, já que no início deste ano, o IFSC precisou fazer parceria com outras duas instituições de ensino próximas ao câmpus para utilização de salas de aula. “Somente neste ano temos quatro novas turmas com 40 alunos cada, ou seja, 160 novos estudantes. Então, a ampliação do câmpus é prioridade neste momento”, destaca a diretora-geral, Rosangela Coelho da Cruz.

Em busca de parcerias

Ao ampliar a estrutura física, o Câmpus Xanxerê também conseguirá receber mais professores e oferecer mais cursos para a comunidade. Pelo menos três opções já são pensadas e articuladas pela unidade: cursos na área de formação de professores, curso superior na área de alimentos e Ensino Médio Técnico (Proeja).

Porém, mesmo com um novo bloco sendo construído, a direção do câmpus afirma que já precisa pensar em uma segunda ampliação. “Conseguimos o recurso para este primeiro bloco, mas ele terá apenas oito salas de aula, então quando ele for inaugurado, provavelmente em 2019, já estaremos com nossa capacidade máxima novamente”, afirma a diretora Rosangela.

INSTITUCIONAL