Perguntas Frequentes

Tire suas dúvidas sobre o PAEVS

O que é o PAEVS?
O Programa de Atendimento ao Estudante em Vulnerabilidade Social - PAEVS é composto pelos seguintes auxílios financeiros: O Auxílio Permanência, Auxílio Compulsório, Auxílio Ingressante Cotista Renda Inferior a 1,5 S.M. e o Auxílio Emergencial.

O que mudou no PAEVS a partir de 2018?
O PAEVS é um programa composto por vários tipos de auxílios. O auxílio financeiro que era chamado de PAEVS, a partir de 2018 passa a ser chamado de auxílio permanência. O auxílio compulsório agora também passa a atender estudantes inscritos no CadÚnico para programas sociais (Bolsa Família, PETI, etc...). Foi criado um novo auxílio para os alunos aprovados, em cursos presenciais, por meio das cotas, chamado de Auxílio Ingressante Cotista com renda Inferior a 1,5 salários-mínimos.

Quem pode solicitar os auxílios do PAEVS?
Depende do tipo de auxílio solicitado. O Auxílio Permanência destina-se ao estudante matriculado em cursos presenciais, com renda bruta per capita de até 2 salários-mínimos vigente. Para solicitar o Auxílio Permanência do PAEVS, o estudante precisa solicitar o IVS. O primeiro passo para obter o IVS é solicitar a análise de renda. A análise de renda agora é igual para aluno que ingressa por meio das cotas de renda inferior a 1,5 salários-mínimos e para quem solicita o IVS. O Auxílio Compulsório destina-se a estudantes inscritos no CadÚnico, os matriculados em cursos PROEJA e os matriculados em cursos que façam parte de ações voltadas a públicos estratégicos. O Auxílio Ingressante Cotista destina-se ao estudante que entrou no IFSC por meio da cota de escola pública, com renda inferior a 1,5 salários-mínimos, matriculado em curso presencial. O Auxílio Emergencial, de caráter eventual, destina-se ao estudante matriculado em curso presencial, em situação financeira adversa e não previsível que impossibilite a permanência no curso.

Quais os valores dos auxílios do PAEVS?
Os valores variam de acordo com o tipo de auxílio solicitado. Consulte o Edital PAEVS vigente. O auxílio financeiro será concedido ao estudante, a partir de 2018, por até onze (11) meses no ano, correspondente ao calendário letivo.

A partir de que data os auxílios são pagos?
O Auxílio permanência é a partir do mês de homologação do resultado de concessão, conforme o cronograma do edital. Para os demais auxílios, o pagamento vai depender da data em que você fez a solicitação. Consulte a Coordenadoria Pedagógica do seu câmpus.

É possível acumular os auxílios financeiros do PAEVS com outras bolsas acadêmicas?
Os auxílios permanência, compulsório e emergencial poderão ser acumulados com outras modalidades de auxílios e bolsas recebidas pelo estudante, respeitadas as regulamentações vigentes. O auxílio Ingressante Cotista com renda inferior a 1,5 S.M. não é acumulativo com os outros auxílios do PAEVS, exceto com o auxílio emergencial.

Quando é divulgado o resultado do Auxílio Permanência do PAEVS?
É preciso verificar as datas indicadas no cronograma do Edital do Auxilio Financeiro Permanência do PAEVS. Os resultados de concessão do auxílio Permanência do PAEVS são publicados na página da Assistência Estudantil.

Meu nome saiu na lista de homologados para receber o auxílio Permanência do PAEVS. O que devo fazer?
Você deve confirmar o recebimento do auxílio Permanência do PAEVS, apresentando na Coordenadoria Pedagógica do seu câmpus os seguintes documentos: número da agência e da conta bancária como primeiro titular e Termo de compromisso.

Meu nome NÃO saiu na lista de homologados para receber o auxílio Permanência do PAEVS. O que devo fazer?
Continuar acompanhando os resultados das chamadas subsequentes, uma vez que continua concorrendo em todas as chamadas do referido edital.

Se eu perder o prazo para solicitar inscrição para concorrer ao auxílio Permanência doPAEVS, ainda posso solicitar?
Sim, é possível solicitar inscrição para concorrer ao auxílio permanência na próxima data especificado no cronograma no edital.

Quais as condições para continuar recebendo o auxílio permanência do PAEVS?
1. Índice de Vulnerabilidade Social – IVS válido; 2. Matrícula regular; 3. Frequência regular (75%); 4. Comprometimento com os estudos; 5. Renovação do Auxílio financeiro a cada rematrícula.

Não concordo com o resultado de concessão do auxílio permanência do PAEVS. Posso recorrer?
Sim, o estudante pode interpor recurso ao resultado. Os prazos são definidos no edital.

O que é renovação?
Os auxílios permanência e compulsório exigem a renovação a cada rematrícula. Então se você já recebia um desses auxílios até o final do semestre anterior e quiser continuar recebendo, na rematrícula, você deverá realizar a renovação. É preciso que as condições continuar recebendo sejam cumpridas. A verificação será feita pela Coordenadoria Pedagógica. Você deverá entregar o Termo de Compromisso na Coordenadoria Pedagógica.

Em quais situações o meu Auxílio Permanência do PAEVS pode ser suspenso?
Seu auxílio permanência poderá ser suspenso nas seguintes situações: 1. descomprometimento com os estudos; 2. não efetuou a renovação do auxílio financeiro, conforme regras estabelecidas em edital.

Em quais situações o meu Auxílio Permanência do PAEVS pode ser cancelado?
Seu auxílio permanência poderá ser cancelado nas seguintes situações: 1. IVS inválido; 2. matrícula trancada ou em situação irregular ou inativa (conclusão do curso, trancamento ou cancelamento de matrícula, transferência, substituição, etc..). 3. não ter frequência mínima de 75% e não cumprir as demais condições para permanência, especificadas no Edital;

Quais as condições para continuar recebendo o Auxílio Compulsório do PAEVS?
1. Matrícula regular; 2. Frequência regular (75%); 3. Comprometimento com os estudos; 4. Renovação do Auxílio financeiro a cada rematrícula.

Em quais situações o meu Auxílio Compulsório do PAEVS pode ser suspenso?
Seu auxílio compulsório poderá ser suspenso nas seguintes situações: 1.  descomprometimento com os estudos; 2. não efetuou a renovação do auxílio financeiro, conforme regras estabelecidas em edital; 

Em quais situações o meu Auxílio Compulsório do PAEVS pode ser cancelado?
Seu auxílio compulsório poderá ser cancelado nas seguintes situações: 1. matrícula trancada ou em situação irregular ou inativa (conclusão do curso, trancamento ou cancelamento de matrícula, transferência, substituição, etc..). 2. não ter frequência mínima de 75% e não cumprir as demais condições para permanência, especificadas no Edital; 3. CadÚnico inválido, para estudante que recebe o compulsório por estar inscrito no CadÚnico.

Por que é importante acessar frequentemente a página da Assistência Estudantil?
Porque neste espaço estão as informações mais importantes sobre os programas vinculados à assistência estudantil e seus Editais, que estabelecem prazos e regras.

Quero saber mais.
Leia a cartilha da Assistência Estudantil.

Voltar ao Topo