Pular para o conteúdo

Notícias

Em votação, servidores e estudantes aprovam alteração de cursos no Câmpus Chapecó

CÂMPUS CHAPECÓ Data de Publicação: 19 mai 2022 21:39 Data de Atualização: 20 mai 2022 14:35

A comunidade acadêmica do Câmpus Chapecó definiu pela alteração do Plano de Oferta de cursos e vagas a partir do primeiro semestre de 2023. Os três segmentos do câmpus (técnicos-administrativos, docentes e estudantes) tinham direito ao voto e a maioria votou a favor da alteração.

Ao todo, a proposta recebeu 367 votos. De 792 estudantes aptos a votar, 266 votaram. De 44 técnicos-administrativos, 38 votaram. E de 69 docentes, 63 exerceram o direito ao voto.

Resultado oficial da votação

Ao considerar o peso do voto de um terço para cada segmento votante, o resultado foi o seguinte:

Segmento: Discentes/Estudantes
Votos Sim, favoráveis: 192 (8,08%)
Votos Não, contrários: 65 (2,74%)
Votos de abstenção: 9 (0,38%)

Segmento: Técnicos-Administrativos
Votos Sim, favoráveis: 28 (21,21%)
Votos Não, contrários: 6 (4,55%)
Votos de abstenção: 4 (3,03%)

Segmento: Docentes
Votos Sim, favoráveis: 41 (19,81%)
Votos Não, contrários: 18 (8,70%)
Votos de abstenção: 4 (1,93%)

Total (considerando peso de um terço):
Votos Sim, favoráveis: 261 (49,10%)
Votos Não, contrários: 89 (15,98%)
Votos de abstenção: 17 (5,34%)

Resultado geral da votação

Sem considerar o peso de um terço para cada segmento, o resultado foi o seguinte:

Segmento: Discentes/Estudantes
De 792 estudantes aptos a votar, 266 votaram.
Destes, 192 votaram "sim" (72,2%); 65 votaram "não" (24,4%) e nove alunos se abstiveram (3,4%).

Segmento: Técnicos-Administrativos
De 44 técnicos-administrativos, 38 votaram.
Destes, 28 votaram "sim" (73,7%), seis
 votaram "não" (15,8%) e outros quatro técnicos se abstiveram (10,5%).

Segmento: Docentes
De 69 docentes, 63 votaram.
Deles, 41 optaram pelo "sim" (65%), 18 votaram "não" (28,6%) e quatro se abstiveram (6,4%).

Total (sem considerar o peso de um terço):
No total, foram 367 votos, sendo 261 votos favoráveis (71,1%), 89 votos contrários (24,2%) e 17 abstenções (4,7%).

Como ocorreu a votação

A votação foi realizada nesta quinta-feira (19) e encerrou às 21h. Professores, técnicos-administrativos e estudantes tiveram o direito de votar de forma on-line, secreta e individual para apreciar a proposta de alteração do Plano de Oferta de cursos e vagas no IFSC Câmpus Chapecó a partir do primeiro semestre de 2023. Os três grupos receberam código e senha no e-mail cadastrado no Sigaa (estudantes) ou CGP (servidores).

A direção do câmpus realizou uma assembleia geral para apresentar a proposta e dar início ao processo de votação, com transmissão ao vivo e disponível no canal do Youtube IFSC Região Oeste. Durante a assembleia, o Departamento de Ensino apresentou a proposta e os participantes puderam se inscrever para realizar falas de até três minutos. Em torno de 25 servidores e alunos fizeram o uso da palavra para argumentar a favor ou contra a proposta, sendo que o principal ponto debatido foi a alteração do curso Proeja (detalhes abaixo).

Todos os documentos da assembleia estão disponíveis no site do Câmpus Chapecó, no menu “O Câmpus | Colegiados | Assembleia Geral”.

A proposta aprovada

- Suspender a oferta do curso técnico em Eletromecânica Integrado ao Ensino Médio EJA/EPT, a partir do primeiro semestre de 2023.

- Ofertar cursos de qualificação profissional para o público EJA no período noturno, a partir do primeiro semestre de 2023, em parceria com o CEJA/Chapecó: Fabricação Mecânica, Eletroeletrônica, Informática, Segurança do Trabalho, Administração, Vendas, Turismo, Hospitalidade e Lazer.

- Ofertar no período matutino o curso técnico em Sistemas de Energia Renovável Integrado ao Ensino Médio, a partir do primeiro semestre de 2023.

- Ofertar no período noturno o curso superior de Tecnologia em Fabricação Mecânica, a partir do primeiro semestre de 2023.

- Ofertar o Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) a partir do primeiro semestre de 2023.

Entenda melhor

O Câmpus Chapecó completa 16 anos na cidade em 2022. A oferta de cursos iniciou com os técnicos em Mecânica e Eletroeletrônica (pós-médio), em 2006 e 2007; depois veio o técnico Integrado em Eletromecânica (Proeja), em 2009; e a Engenharia de Controle e Automação e o Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio, em 2010. Nove anos depois, foi implantado o Técnico em Segurança do Trabalho (pós-médio), e houve a oferta de duas especializações desde lá.

Passados vários anos do início das ofertas desses cursos, os gestores começaram a pensar na expansão da unidade e possíveis alterações nos cursos do Câmpus Chapecó. Tanto que houve uma série de eventos focados nestes fins, como uma reunião em 2019 na Câmara de Vereadores da cidade e outra reunião em 2021

Em termos de estrutura física, o IFSC conseguiu, em março de 2022, adquirir um terreno ao lado da atual unidade, no bairro Seminário. E, em paralelo, já se pensava em novas ofertas de cursos. A gestão iniciou, então, com uma pesquisa com os servidores do câmpus, em março de 2021. Nela, detectou-se  internamente a preocupação com a oferta de cursos do câmpus. A abertura de novos cursos foi uma necessidade citada por 73 dos 88 respondentes, sendo que um novo técnico integrado ao ensino médio e uma nova graduação foram as sugestões apontadas pela maioria. Ainda, houve a sugestão para a reformulação na oferta de cursos atuais (28 das 88 respostas).

Em seguida, a direção também ouviu os estudantes dos cursos técnicos noturnos, que apontaram a necessidade de o IFSC ofertar um curso superior à noite. E realizou-se pesquisa com estudantes do Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja/Chapecó) para detectar as áreas de interesse em qualificação profissional dos mesmos.

Também iniciaram-se conversas para possíveis parcerias com a direção do Ceja, Penitenciária Agrícola e Presídio Feminino da cidade e análises de número de estudantes e carga horária de professores dos cursos já ofertados no IFSC.

A gestão do IFSC começou, então, a desenhar a proposta. A partir de uma parceria com o Ceja, a proposta prevê alteração do técnico em Eletromecânica/Proeja (técnico integrado ao ensino médio EJA): a parte da qualificação profissional continua sendo ofertada pelo IFSC (com opções de cursos mais rápidos), e o Ceja oferta o ensino médio, sendo que os atuais alunos do IFSC continuam na instituição até o final do curso. E, a partir dessa alteração, o Câmpus Chapecó consegue implantar um novo ensino médio técnico e um superior noturno.

Saiba mais

Acesse a proposta de alteração completa.

Conheça mais sobre a história dos 15 anos do Câmpus Chapecó.

___________

CÂMPUS CHAPECÓ INSTITUCIONAL

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.