Pular para o conteúdo

Notícias

App para auxiliar processos terapêuticos na área de saúde mental é premiado em desafio de inovação

INOVAÇÃO Data de Publicação: 29 mar 2019 07:00 Data de Atualização: 27 mar 2019 10:25

“A ficha demorou para cair que realmente tínhamos ganho. Aprendemos muito participando do Desafio, especialmente a trabalhar em grupo, dedicar horas ao estudo, organizar as ideias e trabalhar no sentido de buscar uma solução para um problema real”. Evelin, Andressa e Mateus são os autores dessa declaração, tão logo foram premiados com o 4o lugar no Desafio IFSC de Ideias inovadoras 2018. 

Os alunos do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas do Câmpus Canoinhas formam a equipe Tech Ninjas, que ano passado idealizou o aplicativo Myself  para auxiliar processos terapêuticos na área de saúde mental. 

Pensando num aplicativo que pudesse auxiliar no acompanhamento de processos terapêuticos na área de saúde mental, Evelin, Andressa e Mateus projetaram o Myself, um aplicativo para psicólogos e psiquiatras poderem acompanhar seus pacientes no intervalo entre as sessões presenciais. “Pelo aplicativo, os pacientes poderão fazer o registro de sintomas, emoções, pensamentos, alterações de humor e episódios de crise, de uma forma interativa e simplificada”, conta Evelin, que explica que os dados serão registrados pelo paciente de acordo com as perguntas sugeridas pelo terapeuta e em decorrência do quadro clínico atendido. “O registro ajudará no monitoramento da duração, frequência e intensidade dos principais sintomas associados aos transtornos psiquiátricos, além de indicar possíveis episódios de urgência e emergência”, completa Mateus.

Conforme a necessidade, o terapeuta poderá usar o aplicativo como um canal direto de comunicação com o paciente. “No caso de algum episódio de urgência ou emergência, por exemplo, o terapeuta poderá iniciar um chat com o paciente, resguardando-se o devido sigilo ético-profissional das informações trocadas durante a conversa”, explica Andressa, que foi a mentora da ideia do projeto, a partir de um trabalho em sala de aula, na disciplina de Ética.

Atualmente, Andressa toca o projeto sozinha e investiu seu tempo da fase inicial de aplicação do projeto em capacitações na área técnica e eventos de empreendedorismo. “Agora, com a ajuda do meu mentor, estou trabalhando no protótipo da aplicação. Espero daqui um tempo estar com o protótipo pronto e utilizável para conseguir alguns feedbacks e testes de usuário”, conta Andressa, que tem como mentor o professor Lucas Bueno, que também responde pelo projeto Mopi.

Edição 2019

4 de abril é o último dia de inscrições para a edição 2019 do Desafio IFSC de Ideias Inovadoras. A competição gratuita de caráter educacional é voltada à promoção do empreendedorismo e da inovação tecnológica no IFSC. As melhores ideias receberão até 10 mil reais para saírem do papel e serem colocadas em prática como projetos de pesquisa aplicada.

Acesse a página do Desafio IFSC de Ideias Inovadoras para realizar a inscrição online e saber mais sobre esta competição.

INOVAÇÃO