Pular para o conteúdo

Notícias

Estudantes vão elaborar lixeira inteligente para resíduos eletrônicos em projeto integrador

ENSINO Data de Publicação: 02 mai 2019 15:40 Data de Atualização: 02 mai 2019 16:38
Estudantes vão elaborar lixeira inteligente para resíduos eletrônicos em projeto integrador

Desenvolver uma lixeira inteligente, que pese automaticamente a quantidade de resíduos após um depósito, é o objetivo de estudantes da oitava fase do curso de Engenharia de Telecomunicações do Câmpus São José em seu projeto integrador. Eles deram a essa ideia de negócio o nome de Weee.Tel, que faz referência ao lixo eletrônico: Waste Electrical and Electronic Equipment Directive (WEEE), ou, em português, Diretiva de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos, é o nome do ato legislativo da União Europeia para gestão desse tipo de resíduo.

A ideia surgiu de uma visita técnica, na sétima fase, a uma empresa que realiza coleta e a logística reversa do lixo eletrônico, que propôs um desafio: como fazer as lixeiras dessa empresa serem mais autônomas e inteligentes. “A turma acabou se interessando pela ideia, e resolvemos adotá-la como tema do projeto”, conta Vítor Hugo Schvambach Diel, um dos integrantes do grupo.

No protótipo, que está em andamento, os dados gerados pela lixeira inteligentes são enviados para um banco de dados que pode ser acessado pela empresa para que saiba quando deve marcar a retirada dos resíduos por empresa especializada. “A empresa dona dessas lixeiras necessita do contato com o local em que elas se localizam para saber a capacidade das mesmas, para só então agendar o recolhimento”, explica Vítor. O grupo também planeja desenvolver um mapa interativo, para ser acessado e ver a localização das lixeiras, e saber a capacidade das mesmas.

Os estudantes têm até o fim do semestre para encerrar o projeto. “Estamos quase na fase final. Precisamos alocar todos os componentes no protótipo da lixeira que desenvolvemos e realizar a comunicação entre a lixeira e o banco de dados”, explica Vítor.

Além de desenvolver a lixeira inteligente, os estudantes também estão divulgando informações sobre resíduos eletrônicos nas redes sociais do grupo. Para saber sobre elas e conhecer o trabalho do Weee.Tel, visite o perfil do grupo no Instagram e a página dele no Facebook.
 

ENSINO CÂMPUS SÃO JOSÉ