Pular para o conteúdo

Notícias

Curso técnico em Edificações ajuda empresário a alavancar construtora

ENSINO Data de Publicação: 10 mai 2019 11:42 Data de Atualização: 10 mai 2019 11:53

Rodrigo Búrigo Niero morou durante seis anos nos Estados Unidos e, enquanto esteve lá, trabalhou com pintura e restauração de decks, chegando a montar seu próprio negócio no ramo. No ano de 2011, ele vendeu a empresa e decidiu retornar ao Brasil. No seu regresso, aproveitando os programas de habitação governamentais, surgiu a ideia abrir uma construtora.

Apesar da experiência com pinturas e restaurações, Rodrigo não possuía nenhum curso na área da Construção Civil, algo que julgava essencial para sua atuação frente à empresa localizada em Içara e que atende toda a região.

“Quando eu retornei ao Brasil até estava pensando em retomar a graduação de Construção Industrial que havia começado, mas como já estava muito envolvido com a área de edificações e construções, acabei não levando para frente. Daí eu percebi que precisava focar e direcionar os estudos para a área da Construção Civil mesmo”, afirma Rodrigo.

Foi então que o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) surgiu no seu caminho. Além do fato de o Câmpus Criciúma ser próximo à empresa, Rodrigo buscou no curso técnico em Edificações a qualidade do ensino, a qualificação dos professores e infraestrutura adequada.

“Eu tinha referências de pessoas que já tinham feito o curso no IFSC e me falavam muito bem. Além disso, como eu já havia fundado a empresa, precisava me aperfeiçoar neste ramo com um bom curso técnico”, afirma Rodrigo, que que iniciou o curso em 2014 e concluiu em 2016.

Segundo Rodrigo, os primeiros anos da empresa eram baseados somente em vendas de casas já prontas, onde ele comprava o terreno, construía a casa e a vendia pronta, fazendo poucas edificações durante o ano, percebendo que precisava estudar mais esta área. “Depois que eu fiz o curso tudo caiu como uma luva para mim, recomendei para muitas pessoas, pois me ajudou de uma forma extraordinária”, relata.

Saiba mais: atuação diversificada é um caminho para o técnico em Edificações

Além de Rodrigo, a Best Construções conta também com um engenheiro eletricista pós-graduado em Engenharia de Produção e dois engenheiros civis, um deles atuando em obra e o outro em escritório. “Antes do curso, eu não tinha conhecimento para argumentar e explicar meios técnicos para o mestre de obras. Às vezes estávamos até desperdiçando algum tipo de material ou usando algum material desnecessário, então tudo isso nos ajudou a fiscalizar melhor as funções, ter maior controle de materiais. Mudamos da água para o vinho, o que nos deu confiança para seguir crescendo”, comenta.

Hoje em dia, a Best Construções costuma realizar cerca de dez obras ao mesmo tempo e, apesar deste “cenário de crise”, a empresa vem crescendo. “O ano de 2017 havia sido bom, o ano passado chegou a ser o nosso melhor ano mas, nesse ano, só com as vendas de início de ano, os resultados estão se encaminhando para serem melhores ainda”, conclui.

Estude no IFSC

O curso técnico em Edificações noturno, para quem já concluiu o Ensino Médio, abre inscrições no dia 27 de maio. Ficou interessado(a) em estudar no IFSC? Acesse nosso calendário e conheça o período de inscrições para cada tipo de curso. Se desejar, deixe o seu e-mail no nosso Cadastro de Interesse que enviaremos uma mensagem quando estivermos com processo seletivo aberto.

ENSINO