Pular para o conteúdo

Notícias

Egresso do IFSC conquista oportunidade no exterior por causa do Propicie

CÂMPUS CHAPECÓ Data de Publicação: 14 mai 2019 11:49 Data de Atualização: 15 mai 2019 12:49

Participar de um intercâmbio pode transformar a vida de quem tem a oportunidade de vivenciar a experiência. Para o engenheiro de Controle e Automação, Maicon Junior Galiazzi, ter sido intercambista do programa de intercâmbio do IFSC, o Propicie, rendeu uma proposta de emprego que o levou, neste ano, de volta à Alemanha - onde participou de um projeto de pesquisa na Universidade de Neubrandenburg em 2016. Formado no curso de Engenharia de Controle e Automação do Câmpus Chapecó em 2017, o egresso do IFSC, que hoje tem 24 anos, está desde fevereiro na cidade de Neubrandenburg trabalhando em uma empresa alemã que desenvolve giroscópios.

Durante o intercâmbio que fez pelo Propicie, Maicon teve a oportunidade de desenvolver um software para um projeto de pesquisa que já estava em andamento na Universidade de Neubrandenburg. O projeto era multidisciplinar e composto por profissionais de diferentes áreas. Diante do bom trabalho que o então aluno do IFSC realizou, o supervisor do projeto o apresentou para empresas de pesquisa e desenvolvimento tecnológico na cidade, buscando uma futura oportunidade como colaborador. “Dois anos após voltar ao Brasil, o supervisor do projeto de intercâmbio e também empresário, entrou em contado para oferecer uma oportunidade como desenvolvedor de software e eletrônica para a sua empresa e hoje aqui estou”, conta.

Maicon agora integra o quadro de colaboradores da empresa GeoMessTechnik Heger. “Estou trabalhando com pesquisa e desenvolvimento, no momento, engajado em um projeto com plano de dois anos para criação de um novo produto, no qual contribuo em grande parte no desenvolvimento de software e uma pequena parte em eletrônica”, explica.

O engenheiro é grato pelo Propicie, que lhe permitiu que outras oportunidades surgissem. “Devo aproveitar para elogiar o programa de intercâmbio oferecido pelo IFSC, pois, além de oportunizar essa experiencia em outro país, possui foco em desenvolvimento de projeto, sob o qual é cobrado relatórios das atividades desenvolvidas e um relatório final junto a avaliação dos orientadores", destaca. Para Maicon, a cobrança é de grande importância para que não se perca o objetivo do Propicie. “Outro ponto positivo é que o programa busca que o estudante faça parte de um projeto, onde muitas vezes é composto por vários colaboradores de diferentes formações e experiências, possibilitando assim muito aprendizado e contato com pessoas”, complementa.

O ex-aluno também destaca o empenho dos professores do curso de Engenharia de Controle e Automação em buscar apresentar um ensino de qualidade. “Acredito também que os projetos integradores foram um grande diferencial na minha formação, pois, já na graduação, nos foram propostas problemáticas as quais a solução dependia da integração de diversas disciplinas e de trabalho em equipe e isso automaticamente nos prepara para futuros desafios e oportunidades no mercado de trabalho’, salienta. 

A decisão de se mudar para a Alemanha levou em consideração vários fatores. “A experiência de trabalho com pesquisa e desenvolvimento, as condições de trabalho e o desafio linguístico foram fatores determinantes”, aponta o egresso que, desta vez, não viajou sozinho. Sua esposa desembarca por lá neste mês, após finalizar sua graduação no Brasil.

Apesar de só estar de volta há poucos meses na Alemanha, Maicon está gostando da segunda experiência até o momento. “Fui muito bem recebido pelo dono da empresa e colegas de trabalho, tanto na adaptação no dia a dia de trabalho quanto na adaptação na cidade, moradia, documentação e os demais processos burocráticos realizados na chegada no país”, afirma.

Assista ao depoimento enviado pelo Maicon:

 

 

Sobre o Propicie

O Programa de Intercâmbio Internacional para Estudantes do IFSC (Propicie) começou em 2010 e, desde então, 231 alunos do IFSC já participaram do programa. Atualmente, 18 estudantes estão no exterior pelo Propicie 15 e retornam até final de julho.

Inscrições abertas

Estão abertas até 16 de maio as inscrições para a 16ª edição do Propicie. São 10 vagas, sendo seis para alunos dos cursos técnicos e quatro para alunos dos cursos de graduação - há reserva de vagas para ações afirmativas. Quem for selecionado, terá oportunidade de ficar três meses realizando um projeto de pesquisa em instituições da Alemanha, Espanha, Finlândia e Portugal.

Saiba mais

CÂMPUS CHAPECÓ INSTITUCIONAL