Pular para o conteúdo

Notícias

Revista Caminho Aberto recebe Qualis A4 em avaliação de periódicos da Capes

EXTENSÃO Data de Publicação: 09 ago 2019 19:02 Data de Atualização: 12 ago 2019 11:59
Revista Caminho Aberto recebe Qualis A4 em avaliação de periódicos da Capes

A Caminho Aberto - Revista de Extensão do IFSC recebeu classificação A4 no Qualis-Periódicos, sistema que afere a qualidade dos artigos e outros tipos de produção por meio da avaliação dos periódicos científicos nacionais, vinculado à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (Capes). Com isso, a publicação se equipara e mesmo supera a avaliação de outras importantes revistas de Extensão nacionais.

Para o editor geral da Caminho Aberto, Douglas Juliani, o Qualis A4 é uma conquista importante e vem em um momento em que a equipe da revista desenvolve uma série de ações em busca de qualificação, como na adoção de processos mais rigorosos de tratamento textual ou no aprimoramento dos processos de indexação. "Continuaremos atuando nessas e em outras frentes. É importante ficar claro que a qualificação de um periódico envolve um conjunto de ações a partir de vários critérios estabelecidos tantos pela Capes quanto por outras instituições, como, por exemplo, as bases de dados que indexam os periódicos", salienta.

Douglas ressalta que o novo Qualis se apresenta, inicialmente, a partir de um quadro de referência preliminar que ainda está sendo maturado pelo ecossistema de periódicos científicos, e que ainda será preciso avançar na compreensão dos novos critérios adotados para essa avaliação. “Sabemos que é um processo em transição e passível de mudanças. No entanto, entendo que termos recebido o Qualis A4 é um sinal muito positivo”, analisa.

Além de chancelar o trabalho desenvolvido pela equipe multidisciplinar que atua na revista desde 2014 e que publicou sua décima edição no primeiro semestre deste ano, o Qualis A4 ajuda a garantir a sustentabilidade da publicação, que, como analisa Douglas, vive de um duplo interesse externo: primeiro, dos pesquisadores e extensionistas, de enviarem suas submissões; segundo, da sociedade, de consultar e citar os artigos e relatos, fazendo o conhecimento circular.

"Se de um lado a gente sabe que a revista está sendo bastante citada, isso significa que a sociedade está fazendo uso dela, e ao mesmo tempo tem pessoas interessadas em submeter seus trabalhos, o que forma um ciclo completo, garantindo a continuidade, a manutenção, a sustentabilidade da revista", afirma.

Na nova estratificação dos periódicos do Qualis-Capes, os conceitos vão de A1 (mais alto) a A4, B1 a B4 e C. De 45 revistas de Extensão avaliadas, duas receberam Qualis A3 e mais uma teve conceito  A4 além da Caminho Aberto. Todas as demais receberam classificação B2 ou inferior.

EXTENSÃO