Pular para o conteúdo

Notícias

Curso do Câmpus São José promove debate sobre racismo ambiental

CÂMPUS SÃO JOSÉ Data de Publicação: 23 jun 2020 10:14 Data de Atualização: 03 jul 2020 19:39

O curso de especialização em Educação Ambiental com Ênfase na Formação de Professores do Câmpus São José promove na sexta-feira, 26 de junho, um debate online sobre racismo ambiental, com o objetivo de refletir sobre possíveis relações entre os problemas ambientais e as comunidades que historicamente estão nas franjas do sistema econômico, em vulnerabilidade social e econômica.

A live, que terá quatro debatedores (conheça-os aqui), começa às 18h de sexta-feira, neste link. O evento é aberto ao público em geral.

Racismo ambiental é um conceito criado na década de 1980 nos Estados Unidos pelo químico e liderança do movimento negro daquele país Benjamin Chavis. Uma pesquisa conduzida por ele em 1987 encontrou correlação entre a composição racial e a presença de depósitos de resíduos tóxicos - eles se localizavam principalmente em comunidades com maior presença de população negra e de origem latino-americana.

“Hoje, no Brasil, existe uma defesa de que esse conceito vale para falar sobre todas populações que estão nas franjas do sistema econômico. Quando se pensa em políticas ambientais, nos espaços e nos territórios, os melhores, os mais valorizados, os mais cuidados, os mais protegidos estão onde se concentra a população, em sua maioria, branca, ou que não faz parte desses grupos”, comenta a professora de história Ana Paula Pruner de Siqueira, do Câmpus São José.

“As pessoas que pensam as políticas ambientais geralmente não são participantes desses grupos marginalizados. Essas populações só sofrem as consequências dessas políticas, elas não participam da elaboração delas”, completa Ana Paula.

Em caso de dúvida sobre o debate do dia 26, entre em contato com as professoras Ana Paula Pruner (ana.pruner@ifsc.edu.br) ou Sandra Fachinello (sandra.fachinello@ifsc.edu.br).
 

CÂMPUS SÃO JOSÉ EVENTOS