Pular para o conteúdo

Notícias

[Podcast] 75 anos de Hiroshima e Nagasaki - A ciência por trás da bomba atômica

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 13 ago 2020 19:05 Data de Atualização: 13 ago 2020 19:10

No dia 6 de agosto de 1945 a cidade japonesa de Hiroshima foi atingida por um artefato explosivo contendo 64 quilos de urânio causando uma enorme explosão e marcando o primeiro ataque nuclear da história da humanidade. A bomba deixou um rastro de destruição total em um raio de quase 2 quilômetros. A explosão também causou incêndios num raio de 11 quilômetros do centro ataque. Entre 70 e 80 mil pessoas morreram em decorrência da explosão.

Outras 70 mil ficaram feridas. Os Estados Unidos buscavam com os ataques a rendição do Japão da Segunda Guerra Mundial. Sem indicação do governo japonês pela desistência do conflito, os americanos seguiram com o plano de bombardeios e em de 9 de agosto de 1945, a cidade de Nagasaki foi atingida pelo segundo artefato nuclear. A bomba de Nagasaki tinha 6 quilos e 400 gramas de plutônio, um outro elemento radioativo diferente daquele de Hiroshima. O números de mortos varia de acordo com os pesquisadores, mas estima-se em torno de 75 mil.

As duas explosões nucleares completaram 75 anos na última semana. Além dos aspectos históricos, a bomba atômica mudou também o mundo da ciência. Para entender quais foram essas mudanças e compreender a ciência por trás desse trágico momento da humanidade nós conversamos com o Marcelo Girardi Schappo, professor de física do Câmpus São José do IFSC.

Confira o podcast completo:



Produção: Rafael Xavier e Felipe Silva
Apresentação: Rafael Xavier e Felipe Silva
Edição: Rafael Xavier

Você também pode acompanhar o Ciência para seus Ouvidos nas principais plataformas de podcast (SpotifyGoogle PodcastsApple PodcastsAnchorBreakerCastboxOvercastPocket Casts e RadioPublic).

O "Ciência para seus ouvidos" é uma produção da Diretoria de Comunicação do Instituto Federal de Santa Catarina. O objetivo deste podcast é tratar de ciência e divulgação científica abordando assuntos do cotidiano num bate papo com especialistas de diversas áreas.

INSTITUCIONAL