Pular para o conteúdo

Notícias

Intercâmbio virtual

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 01 dez 2020 13:14 Data de Atualização: 01 dez 2020 13:24

Em função da pandemia, nossos programas de intercâmbio estão suspensos. Apesar disso, além dos estudantes que seguem em Portugal pelo programa de Dupla Titulação, temos cinco alunos participando de uma mobilidade internacional na modalidade virtual na Universidade de Deusto, localizada na Espanha. Um deles é o Jean Carlos Triches, que cursa Engenharia Civil no Câmpus São Carlos.

Ele começou a participar do programa no final de setembro e a experiência termina ainda neste mês de dezembro. Vejam o relato dele sobre como está sendo esta experiência.

---------------------------------------------------------------------------

A Universidade de Deusto é uma instituição de ensino superior privada sediada no distrito de Deusto da cidade de Bilbau, no País Basco, Espanha. Possui dois campi, um em Bilbau e outro em São Sebastião, na província de Guipúscoa.

Como intercambista, estou cursando disciplinas que fazem parte dos currículos de graduação oferecidos pela universidade e também diversas atividades extracurriculares que tem como objetivo aproximar os intercambistas dos estudantes espanhóis e possibilitar uma melhor troca de experiências.

O ambiente virtual de apoio utilizada é Moodle, o mesmo que o IFSC utiliza, logo não tive dificuldades para utiliza-lo. As ferramentas que utilizamos para nos comunicar são o Google Meet e o Whatsapp. O modelo de ensino e aprendizagem da universidade é cíclico e baseia-se em cinco principais fases: Contexto Experimental, Observação Reflexiva, Conceitualização e Experimentação Ativa. Ou seja, para cada tópico ou assunto são observadas todas estas fases durante as aulas.

Na fase do Contexto Experimental começamos sempre com uma breve contextualização, relembrando nossos conhecimentos experiências prévias; Na Observação Reflexiva nós conhecemos e analisamos exemplos, fazendo reflexões acerca das coisas que percebemos e identificamos na situação apresentada. Neste momento, muitas perguntas surgem; Na Conceituação nós fazemos sínteses e formalizamos os conceitos relevantes, muitas vezes recorrendo a literatura; E na fase de Experimentação Ativa aplicamos tudo o que aprendemos, analisando casos e apresentando soluções.

Na disciplina Dirección Estratégica la professora Marian Aláez nos está introduzindo a questões de administração de longo prazo de empresas. Está ensinando a identificar possibilidades estratégicas que estejam alinhadas com os objetivos da organização. Esta visão estratégica se baseia em muita reflexão e busca a sustentabilidade a longo prazo tanto na administração público quanto privada.

Já na disciplina Big Data Analytics, ministrada também em espanhol, o professor Alex Rayón Jerez (Vice-reitor de Relações Internacionais da Universidade de Deusto) está ensinando a manejar grandes quantidades de dados para por meio de um novo paradigma que permite gerar, processar e encontrar informações relevantes na velocidade em que as informações são geradas atualmente. Obter informações significativas neste contexto é um grande desafio e exige a correta identificação, classificação e interpretação de um amplo espectro de informações. Para isto estamos aprendendo conceitos e técnicas de análise de dados, aprendizado de máquina, inteligência artificial e computação de alto rendimento.

Como atividade extracurricular, nesta semana, estou participando da atividade Intercambio Gastronomico, onde trocamos receitas e experimentamos um pouco da culinária da cada país.

Estou gostando muito da experiência, principalmente por experimentar jeitos novos de aprender. Porém, nas disciplinas curriculares, os professores são muito exigentes e fazem muitas avaliações, atividades extraclasse e recuperações paralelas, o que é muito bom, mas venho tendo muito trabalho remoto para realizar no meu emprego - por conta da situação pandêmica; e diversas atividades do meu curso de Engenharia Civil no IFSC, o que está me sobrecarregando um pouco.

A experiência que venho tendo é muito positiva e aconselho a todos os estudantes do IFSC que busquem participar de programas de intercâmbio porque vale muito a pena.

BLOG DOS INTERCAMBISTAS