Pular para o conteúdo

Notícias

Colegiado do Câmpus Lages decide pelo acionamento da Fase 2 da PSS a partir de 27/09

CÂMPUS LAGES Data de Publicação: 25 ago 2021 14:49 Data de Atualização: 25 ago 2021 20:40

O Colegiado do Câmpus Lages do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) decidiu em reunião realizada nesta terça-feira (24) aprovar o avanço para a Fase 2 da Política de Segurança Sanitária (PSS) do IFSC a partir do dia 27 de setembro. A decisão foi tomada após a deliberação do Conselho Superior do IFSC, que autorizou os câmpus a discutirem o acionamento da nova fase, que permite o retorno das aulas práticas presenciais para o semestre 2021/2.

Confira o que acontece em cada fase da Política de Segurança Sanitária do IFSC.

A Fase 2 permite o retorno parcial às atividades administrativas e acadêmicas de até 30% da comunidade acadêmica. A prioridade para retorno é de formandos para aulas de laboratório e realização de experimentos para a conclusão de Projetos Integradores e TCC, aulas de laboratório com escalonamento de dias e horários, estudantes de cursos EJA-EPT, uso de laboratórios de informática por estudantes sem acesso às ANP e retorno de servidores fora do grupo de risco que atuem em setores essenciais.

"As coordenações de curso irão trabalhar em um cronograma das atividades presenciais e que será disponibilizada pelas coordenações diretamente aos estudantes do curso", afirma o diretor-geral do Câmpus Lages, Vilson Heck Junior.

Para que o Câmpus acione a Fase 2 (Período de retorno parcial às atividades administrativas e acadêmicas - até 30% da comunidade acadêmica), é necessário o atendimento a uma série de pré-requisitos previstos na PSS (confira abaixo).

Pré-requisitos para acionamento da Fase 2:

- Verificação de Risco Potencial Grave por pelo menos 14 dias consecutivos na região de saúde em que se encontra o câmpus (com base no mapa de risco divulgado pelo Governo de Santa Catarina);

- Aprovação do Plano de Contingência Local (ou semelhante) pelo município em que o câmpus está situado, exceto se não exigida pelo comitê municipal;

- Disponibilidade de capacitação da comunidade acadêmica para cumprimento dos protocolos de biossegurança;

- Mapeamento de espaços a serem utilizados, de horários e fluxos de atividade para acionamento da Fase 2;

- Análise de relatório de acompanhamento de implantação da Fase 1 elaborado pelas Comissões Locais de Contingência, a partir de orientações do Comitê Técnico-Científico (CTC);

- Ateste da capacidade dos câmpus de cumprimento das boas práticas de biossegurança previstas na PSS/Planos de Contingência;

- Autorização do Consup para acionamento da Fase 2, a partir de relatório do Comitê Técnico-Científico.

- Estudantes e servidores que compõem grupo de risco só poderão acessar as estruturas físicas do IFSC nesta etapa tendo completado o ciclo vacinal para Covid.

Atividades presenciais permitidas

- Prioridade de retorno: Estudantes formandos para aulas de laboratório e realização de experimentos para a conclusão de Projetos Integradores e TCC; aulas de laboratório com escalonamento de dias e horários para que se reduza o fluxo de circulação de pessoas nos câmpus e em cada laboratório em particular; estudantes de cursos EJA-EPT, conforme avaliação de sua pertinência e possibilidade pelo câmpus; estudantes em privação de liberdade que já completaram o ciclo vacinal, conforme avaliação de sua pertinência e possibilidade pelo câmpus;

- Disponibilização de laboratórios de informática a estudantes sem acesso às ANP;

- Retorno de atividades de pesquisa que não possam permanecer paradas tendo em vista o cumprimento de prazos constantes em edital ou sob risco de prejuízo irreparável ao seu andamento;

- Retorno de servidores que não constituam grupo de risco e atuem em setores essenciais à realização das atividades acadêmicas.

Regras gerais para acesso aos prédios do IFSC

Para acessar os prédios do IFSC, é necessário seguir uma série de protocolos que garantam a segurança sanitária para evitar que pessoas possivelmente contaminadas circulem nesses espaços.

Veja abaixo quais as medidas necessárias para todas as pessoas que precisarem acessar algum de nossos prédios:

  1. Utilizar máscara facial de forma correta em todos os espaços internos e externos;

  2. Preencher autodeclaração de saúde no formulário disponível neste link;

  3. Realizar aferição de temperatura e apresentar temperatura inferior a 37,8ºC;

  4. Não apresentar sintomas respiratórios;

  5. Higienizar os pés em tapete umedecido com solução sanitizante (na entrada para pedestres e em todas as entradas das edificações);

  6. Higienizar as mãos com álcool em gel;

  7. Respeitar o distanciamento de 1,5 metro entre uma pessoa e outra em todos os espaços;

  8. Respeitar o protocolo sanitário do IFSC, que pode ser lido na íntegra na Política de Segurança Sanitária.

CÂMPUS LAGES

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.