Pular para o conteúdo

Notícias

Curso de Gestão Ambiental do Câmpus Garopaba é reconhecido pelo MEC

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 14 set 2021 16:49 Data de Atualização: 21 set 2021 17:31

O curso superior de tecnologia em Gestão Ambiental, do Câmpus Garopaba, foi reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) pela Portaria 977, publicada no Diário Oficial da União (DOU) dia 9 de setembro. O curso, ofertado desde 2017, também conquistou a nota máxima na avaliação do MEC.

O coordenador, professor doutor Juliano da Cunha Gomes, comemora o reconhecimento do curso que, pela avaliação do MEC, está entre os melhores do Brasil. Ele destaca outra notícia positiva para os estudantes e tecnólogos em Gestão Ambiental, que é o processo de regulamentação da profissão por meio de lei. “Embora os gestores ambientais já estejam atuando em todo o território nacional, a regulamentação da profissão por lei é importante para dar segurança jurídica quanto às atribuições da profissão perante aos conselhos federal e regionais aos quais os profissionais precisam estar registrados”, completa.

A profissão de tecnólogo em Gestão Ambiental encontra-se em processo de regulamentação por meio do Projeto de Lei (PL) 2664/2011, já aprovado em todas as Comissões da Câmara do Deputados e em tramitação no Senado por meio do PL 3515, de 2019. Ou seja, o processo de regulamentação encontra-se tramitando normalmente e ao que tudo indica a profissão será regulamentada.

Porém, o professor ressalta que os profissionais já podem se registrar no Conselho Regional de Administração (CRA) e exercer a profissão normalmente.

Recentemente, o coordenador realizou consulta junto ao CRA-SC sobre a possibilidade de registro profissional e recebeu uma resposta positiva: “Conforme Resolução Normativa do CFA 505 de 11/05/2017 que prevê a inscrição de tecnólogos, informo que é possível o registro do Tecnólogo em Gestão Ambiental, pois está relacionado ao Eixo I – Eixo Tecnológico Ambiente e Saúde da respectiva Resolução. Todos os profissionais que tiverem seus diplomas e certificados emitidos com a qualificação em Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental podem requerer o registro. A análise curricular para este curso já́ foi aprovada pelo CFA antes da publicação da normativa”.

O curso superior de tecnologia em Gestão Ambiental e a vida profissional

O gestor ambiental é o profissional responsável por planejar, gerenciar e executar atividades de diagnóstico, proposição de medidas mitigadoras e de recuperação de áreas degradadas. Também coordena equipes multidisciplinares de licenciamento ambiental. Elabora, implanta, acompanha e avalia políticas e programas de educação ambiental, gestão ambiental e monitoramento da qualidade ambiental. Vistoria, realiza perícia, avalia, emite laudo e parecer técnico em sua área de formação.

No Câmpus Garopaba, o curso superior de tecnologia em Gestão Ambiental é ofertado desde 2017. Já formou duas turmas, em um total de 26 profissionais formados. O curso tem duração de seis semestres, com um total de 1.800 horas/aula, no período matutino. O ingresso é realizado por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU), utilizando-se a nota obtida pelo candidato na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Além das atividades em salas de aula, os alunos podem participar de projetos de pesquisa e extensão durante todo o curso.

Para saber mais sobre a infraestrutura do câmpus, currículo do curso, mercado de trabalho, professores, entre outras informações, acesse a página do curso superior de tecnologia em Gestão Ambiental no Guia de Cursos do IFSC.

INSTITUCIONAL

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.