Pular para o conteúdo

Notícias

Protagonismo Discente: estudantes do Câmpus Canoinhas desenvolvem projetos para a comunidade

EXTENSÃO Data de Publicação: 20 set 2021 19:24 Data de Atualização: 23 set 2021 12:32

Estudantes de cursos de graduação e pós-graduação do Câmpus Canoinhas aprovaram quatro projetos no edital Protagonismo Discente, lançado pelo IFSC para atender a demandas específicas da comunidade e contribuir com a formação técnica e cidadã dos alunos, por meio de atividades de extensão.

Os projetos “Controle de cadastro de doadores para a Adosarec (Associação dos Doadores de Sangue da Região de Canoinhas)” e “Aplicativo de cadastramento e organização de doações para a Associação de Pacientes Oncológicos da Região de Canoinhas – Apoca” são iniciativas de alunos do curso de tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

O projeto “Cartilha de implantação de hortas urbanas: faça você mesmo!” é ideia de estudantes do curso de Agronomia. E o projeto “Estratégias interdisciplinares para a promoção da saúde mental no IFSC e na comunidade externa” é de autoria de um grupo da especialização em Educação e Diversidade.

O prazo de execução dos projetos começou na última sexta-feira (17) e vai até 17 de dezembro. As atividades estão atreladas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Clique aqui para entender melhor o que é Protagonismo Discente.

Conheça os projetos

Aplicativo de cadastramento e organização de doações para a Associação de Pacientes Oncológicos da Região de Canoinhas – Apoca (aprovado com recursos)

  • Equipe: Adam Roger Slabadack, Daniel Wzoreck e Gustavo Ferreira Souza
  • Coordenação: professor Denilson Fagundes Barbosa
  • Objetivos: criar uma aplicação que auxilie a Apoca - associação localizada em Canoinhas que presta auxílio a pessoas portadoras de câncer - a otimizar seu processo de coleta de doações. Este será o segundo projeto desenvolvido pelos alunos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas com a entidade. No primeiro projeto, foi desenvolvido o módulo de cadastramento de pacientes, que está em uso e recebe feedbacks positivos constantemente.

Controle de cadastro de doadores para a Adosarec (Associação dos Doadores de Sangue da Região de Canoinhas) (aprovado com recursos)

  • Equipe: Bruno Perdoná, Acácio Higino Salvador Junior, Cristiano Cotrin Meirelles, Gabriel Candido Rocha Correa Lima e Douglas Ryan Terleski
  • Coordenação: professor Carlos Rafael Guerber
  • Objetivos: identificar as necessidades da Adosarec para criação de um sistema de controle de cadastros de doadores de sangue e assim proporcionar uma forma mais segura, organizada e rápida de cadastrar, controlar e recuperar as informações de doadores de sangue por meio do desenvolvimento e implantação de uma aplicação para Internet (Software Web).

Cartilha de implantação de hortas urbanas: faça você mesmo! (aprovado sem recursos)

  • Equipe: Marcio Wardenski Júnior, Juliana Moraes, Henrique Stolte, Sabrina de Cassia Senen, Vilmar Vinicius Halabura e Raul Beckert Neto
  • Coordenação: professora Carolina de Castro Santos
  • Objetivos: capacitar a comunidade para a implantação de hortas urbanas em suas residências utilizando técnicas simples de cultivo e materiais recicláveis. Com isso, espera-se desenvolver a agricultura urbana; contribuir para a mobilidade; aproveitar espaços urbanos ociosos ou mal aproveitados,  tornando-os produtivos; contribuir para a segurança alimentar da sociedade; melhorar a nutrição da comunidade; intensificar o relacionamento entre o IFSC e a sociedade; divulgar o IFSC através de serviços prestados à comunidade; capacitar os membros discentes no desenvolvimento e execução de projetos; e aplicar os conhecimentos do curso de Agronomia para a execução da cartilha.

Estratégias interdisciplinares para a promoção da saúde mental no IFSC e na comunidade externa (aprovado com recursos)

  • Equipe: Dilciomar Junior Baldin, Greicilaine Agostinho Martins, Jacqueline Lopes de Oliveira Costa, Denise Bender e Silvana Cardoso
  • Coordenação: pedagoga Karine Porto Lopes Ono
  • Objetivos: promover ações de saúde mental através de atividades interdisciplinares e práticas terapêuticas integrativas, para a ressignificação discursiva e intervenção social. Serão desenvolvidas atividades práticas, alternativas e reflexivas complementares, buscando promover o bem-estar mental da comunidade acadêmica e externa. Com tais ações, pretende-se estimular discussões e debates que corroborem com um discurso inclusivo e interativo condizente com as atuais demandas em saúde mental.
EXTENSÃO CÂMPUS CANOINHAS

Nó: liferay-ce-prod01

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.