Pular para o conteúdo

Notícias

Direitos Humanos: cartas temáticas de alunos

BLOG DO IFSC Data de Publicação: 08 dez 2021 10:38 Data de Atualização: 08 dez 2021 10:57

Você sabia que existe um dia para celebração dos Direitos Humanos? A data foi estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo de celebrar a proclamação da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) ocorrida em 10 de dezembro de 1948. A elaboração contou com representantes de diferentes origens de todas as regiões do mundo a partir da Assembleia Geral das Nações Unidas, um dos principais órgãos da ONU e o único em que todos os países membros têm representação igualitária.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos elenca os direitos fundamentais do ser humano, entre os quais o direito à vida, à liberdade, ao trabalho, à educação e à moradia, independentemente de raça, sexo, nacionalidade, etnia, religião ou qualquer outra condição.

Aí você pode pensar: “Ué, mas o direito à vida não é algo básico?”

Sim. Mas é importante lembrar que esse documento foi escrito logo após o fim da Segunda Guerra Mundial (1939 a 1945), quando as armas nucleares foram usadas pela primeira vez e sozinhas mataram mais de 200 mil pessoas, além do genocídio em massa promovido pelo Holocausto que assassinou mais de 6 milhões de pessoas. No total, estima-se que a guerra matou entre 70 a 85 milhões de pessoas, o que representou cerca de 3% da população mundial de 1940.

Diante desse cenário, a Declaração Universal dos Direitos Humanos teve a intenção de construir um mundo sob novas bases ideológicas, promovendo princípios igualitários embasados em paz e democracia, bem como a proteção universal dos direitos humanos. Uma iniciativa inédita e um marco na história dos direitos humanos.

-> Clique aqui para visualizar a Declaração Universal dos Direitos Humanos na íntegra

Para celebrar a data, o IFSC produziu no decorrer do ano uma série de oito vídeos que abordam temas como o combate a violência, o direito à educação e à alimentação. Os materiais foram elaborados a partir de uma atividade pedagógica da Unidade Curricular “Direitos Humanos, Sujeitos da Educação Profissional e Tecnológica e Não-violência” da Especialização em Docência para Educação Profissional e Tecnológica, na qual estudantes produziram cartas abertas com foco em temáticas relacionadas aos Direitos Humanos.

Veja abaixo todas as cartas publicadas em formato de vídeo:

Carta aberta: Interlúdio Democrático na infância
Autores: Alessandro Eleutério De Oliveira, Anita Rosa Welter Zilli, Mariza Fátima De Lima, Simone Raquel Casarin Machado. Narração: Júlia Costa de Souza

 

Carta aberta destinada à sociedade civil de Santa Catarina
Autoras: Juliana Fátima Welter Woitexen e Juciléa Patricia de Matos. Narração Rafaella Narciso

 

Carta aberta ao Ministério da Educação, Ministério do Trabalho e à sociedade
Autores: Alessandra Drews e Priscila Luisa Tonini Sberse. Narração Rafaella Narciso

 

Carta aberta ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Alimentação como direito básico
Autores: Clelia Bergo, Juliana Benevides Rodrigues, Juliana Silva Alves, Rogério da Silva, Thiago Henrique Mombach. Narração: Júlia Costa de Souza

 

Carta aberta aos Profissionais da Educação durante o Ensino Remoto/Híbrido
Autor: Carlos Adriano Bohn. Narração Alexandra Bittencourt

 

Carta aberta aos estudantes da rede pública brasileira: Os desafios de estudar em período de pandemia
Autores: Altavir Damaso da Silveira Filho, Karinliz Kraus Damaso da Silveira, Laiza Ferreira da Silva de Lucena, Maria Danielle Koppe Fagundes e Neuseli Beyersdorff Olsen. Narração Júlia Costa de Souza

 

Carta aberta à sociedade brasileira frente ao avanço da violência contra mulher
Autores: Camilla Ribeiro de Andrade e Lucas Silva das Chagas. Narração Alexandra Bittencourt

 

Carta aberta: Discussão dos paradoxos da atual condição juvenil
Autora: Andréia Brognoli Darôs. Narração Alexandra Bittencourt da Silva

 

Ficou um material bem legal, não é mesmo? Ficamos tão orgulhosos dos nossos alunos que quisemos compartilhar esses vídeos por aqui também.

Comitê de Direitos Humanos do IFSC

E você sabia que o IFSC possui um Comitê de Direitos Humanos?O Comitê Permanente de Direitos Humanos do IFSC é um órgão que busca criar mecanismos de acolhimento das demandas da comunidade acadêmica, além de organizar atividades educacionais sobre diversos temas relacionados aos direitos humanos e elaborar documentos que sustentam as políticas do comitê no IFSC.

-> Clique aqui para saber mais sobre o Comitê

Receba nossos posts

Se quiser ver tudo o que já publicamos no Blog do IFSC, clique aqui e leia todos os nossos posts. Você também pode receber nossos posts no seu e-mail sempre que forem publicados fazendo seu cadastro aqui.

 
BLOG DO IFSC BLOG DO IFSC

Nó: liferay-ce-prod02

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.