Pular para o conteúdo

Notícias

Novos gestores do Câmpus Garopaba tomam posse

CÂMPUS GAROPABA Data de Publicação: 23 fev 2016 21:00 Data de Atualização: 06 fev 2018 15:04


A nova equipe de gestão do Câmpus Garopaba tomou posse na última segunda-feira, dia 22, em cerimônia realizada no hall do câmpus. A diretora-geral, Sabrina Moro Villela Pacheco, assume o cargo para um mandato de quatro anos. Junto com ela, vão dirigir o câmpus a chefe do Departamento de Administração, Fernanda Pimentel Pacheco, e o chefe do Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão, André Luiz Silva de Moraes. Eles formam a primeira diretoria eleita pela comunidade interna – alunos e servidores - da história do câmpus.

Sabrina, natural de Uruguaiana (RS) e moradora de Garopaba há 30 anos, lembra que, quando estava no ensino médio, muitos de seus colegas queriam estudar na Escola Técnica Federal de Santa Catarina (atual IFSC), vista como uma instituição de referência. Ela cita como principais desafios de sua gestão ampliar o número de alunos, promover a permanência e o êxito dos estudantes, melhorar a estrutura do câmpus mesmo lidando com cortes orçamentários conseguir transporte público para o câmpus e aproximar o IFSC das prefeituras dos municípios do entorno.

“Desejamos que esse câmpus torne-se referência para a região. Vivemos tempos difíceis e, por isso, temos que nos unir e trabalhar integrados com gestores públicos e privados da área de abrangência do câmpus”, diz Sabrina. A diretora-geral é professora do IFSC desde 2006, inicialmente como substituta no Câmpus Florianópolis. Em 2007, ingressou por concurso público no Câmpus Araranguá, sendo removida para Garopaba em 2012. Em novembro de 2015, ela foi eleita pelos alunos e servidores do câmpus para o cargo de diretora-geral, com índice de votação de 50,85%. André e Fernanda compunham a sua chapa, chamada "Inovação, Participação e Transparência".

A reitora do IFSC, Maria Clara Kaschny Schneider, destacou que a posse das novas diretorias dos câmpus consolida o processo de eleição realizado a cada quatro anos. Maria Clara entregou uma placa à ex-diretora-geral do Câmpus Garopaba, Telma Pires Pacheco Amorim, e falou que as novas gestões – inclusive a sua, na Reitoria - vai ter que lidar com desafios como os cortes no orçamento e a promoção da permanência e êxito dos estudantes. “Temos certeza que vamos continuar tendo a mesma articulação com o câmpus e com a comunidade. Toda gestão, quando inicia, tem muita energia e empolgação e espero que isso continue pelos próximos quatro anos.”

Telma Amorim foi diretora-geral do câmpus, indicada pela Reitoria, entre novembro de 2011 e fevereiro de 2016 e acredita que a implantação do câmpus é “a realização de um sonho”. Natural da vizinha Imbituba, ela comenta que a região não possuía oferta de educação profissional ou superior pública e gratuita e que muitos moradores tinham que migrar para em busca de qualificação profissional. “Muitos familiares meus tiveram que buscar oportunidades em outras regiões. Foi muito significativo para mim estar à frente desse câmpus, por ser a minha região-natal. Desejo um bom trabalho à equipe escolhida pela comunidade”, comenta Telma, que é professora de Inglês do Câmpus Garopaba.

De acordo com o Anuário Estatístico do IFSC, no ano passado o Câmpus Garopaba teve 639 matrículas, das quais 561 foram em cursos de formação inicial e continuada (FIC) e 78 em cursos técnicos. O câmpus mantém, além de cursos FIC, oferta regular de três cursos técnicos concomitantes (Biotecnologia, Hospedagem e Informática) e dois subsequentes (Guia de Turismo e Hospedagem). Seu quadro é composto por 47 servidores. Localizado no bairro Campo D'Una, próximo do limite entre Garopaba e Imbituba, o câmpus tem em sua área de abrangência, além dessas duas cidades, os municípios de Imaruí, Paulo Lopes e Pescaria Brava.

Confira mais fotos da cerimônia de posse na página do IFSC no Facebook.

Saiba mais sobre o Câmpus Garopaba em www.garopaba.ifsc.edu.br.

 

 

 

 

CÂMPUS GAROPABA