Pular para o conteúdo

Notícias

Alunos do técnico em Biotecnologia participam do ICHA 2016

CÂMPUS GAROPABA Data de Publicação: 16 out 2016 22:00 Data de Atualização: 06 fev 2018 15:20

 

 

Os alunos do primeiro ano do curso Técnico em Biotecnologia do campus Garopaba participaram na última quinta-feira (13) da 17ª Conferência Internacional de Algas Nocivas (ICHA, em Inglês), em Florianópolis. A visita fez parte da disciplina de língua inglesa.


Quando soube que o IFSC iria sediar o ICHA, no começo do ano, a professora de inglês do curso, Telma Amorim, começou a se organizar para levar a turma. Ela sabia o idioma seria o oficial do evento e que era uma boa oportunidade de aprendizagem para os alunos. “Conseguimos o transporte por meio da prefeitura. Previamente, os alunos estudaram o site do evento, que está todo em inglês, para se preparar”, comenta a professora. Ela lembra que há vários níveis de compreensão do idioma na sala, mas que o importante era também saber como funciona um evento desse porte. “Além disso, saber o quanto é necessário saber inglês para participar”, diz.


A visita também servirá de conteúdo para outras disciplinas. Como atividade pós-evento, os alunos terão que selecionar um banner em exposição para explicar na aula de parasitologia.


Para a aluna Luiza Morentte Saudades, a visita ao ICHA, por se tratar de evento da área da biologia marinha, foi ao encontro do que é ensinado em sala. “Como moramos em Garopaba, o nosso curso de Biotecnologia e mais voltado para a biologia marinha. E como já tivemos aulas sobre algas nocivas deu para aproveitar bastante o evento”, explica.


Para o que não conseguiam entender da fala dos participantes e dos materiais do evento, os alunos usavam os recursos tecnológicos. “Deu para entender bastante, e o que não sabíamos usávamos o tradutor pelo celular. Além disso deu pra ter bastante noção do que se passa em um evento desses”, comenta a aluna Laura Cândido Gomes.


Também participaram da visita os professores Laura Holmer (fundamentos de Química e Gestão de Laboratórios) e Eduardo Ferreira (Parasitologia e Fundamentos de Ecologia).


O ICHA 2016 aconteceu de 9 a 14 de outubro, no Centro Sul, em Florianópolis, e reuniu representantes de 49 países. O evento acontece a cada dois anos e reúne especialistas mundiais que para discutir os impactos econômicos, sociais, em saúde pública, no turismo e aquicultura da ação da Maré Vermelha e outras algas nocivas.

Por Rafael Xavier dos Passos | Jornalista IFSC


 

CÂMPUS GAROPABA