Pular para o conteúdo

Notícias

Nota oficial: Situação das atividades presenciais no IFSC

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 27 jan 2022 17:51 Data de Atualização: 22 fev 2022 12:21

Diferentemente do relatado na edição de 27 de janeiro de 2022 do Jornal do Almoço, veiculado pela NSC TV, as atividades presenciais no Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) não estão suspensas. 

A Política de Segurança Sanitária do IFSC prevê o retorno das atividades presenciais de forma gradual e por fases (de 0 a 5). No início do mês de novembro o Conselho Superior, órgão máximo deliberativo do IFSC, aprovou o acionamento da fase 4, que permite até 80% da comunidade acadêmica de forma presencial simultaneamente nas dependências do IFSC - 22 câmpus e Reitoria. E no mês de dezembro foi autorizada a fase 5, que prevê o retorno integral das atividades presenciais, assim que atingidos os critérios (conclusão do Plano Nacional de Imunização ou superação da situação de emergência em Santa Catarina).

Todos os câmpus do IFSC estão com atividades presenciais desde o ano passado. No momento, dez câmpus estão na fase 4, 11 na fase 3 e um na fase 2. A partir de segunda-feira, 31 de janeiro, quando muitos câmpus retornam das férias, serão dois câmpus na fase 5, 14 na fase 4 e seis na fase 3. A prioridade de retorno presencial é para estudantes formandos, para aulas de laboratório e realização de experimentos para a conclusão de Projetos Integradores e trabalhos finais de curso, aulas práticas de laboratório, estudantes de cursos de educação de jovens e adultos (EJA-EPT) e outros grupos de estudantes considerados prioritários pelo câmpus. Também são disponibilizados laboratórios de informática a estudantes que precisem utilizar os computadores da instituição para realizar as atividades não presenciais.

O processo de acionamento de fases nos 22 câmpus e na Reitoria não é centralizado. Após a autorização do acionamento das fases pelo Conselho Superior, o colegiado de cada câmpus faz uma análise individual da situação local, definindo pelo acionamento das fases autorizadas ou não. Portanto, o funcionamento presencial pode ser diferente em cada um dos 22 câmpus do IFSC. Além disso, as decisões do Conselho Superior e dos colegiados são balizadas pelos relatórios do Comitê Técnico-Científico da instituição, que monitora a situação da pandemia e orienta os gestores.

Cabe ressaltar que as instâncias de decisão do IFSC têm representações de diferentes segmentos, não apenas servidores e gestores. O Conselho Superior é presidido pelo reitor e tem representantes dos servidores docentes, técnicos administrativos, estudantes e comunidade externa (o que inclui, por exemplo, egressos, entidades sindicais, Ministério da Educação, secretaria de Estado da Educação, entidades de pesquisa e setores da indústria). Da mesma forma, os colegiados dos câmpus, presididos pelos diretores-gerais, têm assentos para essas categorias de representação. Ou seja, as decisões institucionais sempre são discutidas e validadas com servidores, estudantes e comunidade.

Situação das atividades no Câmpus Florianópolis

No Câmpus Florianópolis, especificamente, a decisão pelo avanço para a fase 5 em 31 de janeiro de 2022, com retorno integral das atividades presenciais, havia sido tomada em dezembro, quando o número de casos de Covid-19 vinha diminuindo semanalmente. Com o avanço dos casos em janeiro, houve uma reavaliação da situação. A gestão decidiu então adiar o início da fase 5 para 21 de março de 2022, junto com a virada do semestre no câmpus. Esse adiamento do início da fase 5 não significa, no entanto, que o câmpus ficará sem atividades presenciais até março. Seguirão acontecendo as atividades já previstas e em funcionamento na fase 4, com todos os atendimentos relativos a trabalhos finais, projetos e pesquisas para os alunos que optaram por voltar e realização de aulas práticas em todos os laboratórios, exceto naqueles em que não é possível o distanciamento seguro entre os estudantes. A prioridade é para os estudantes em estágios mais avançados do curso, inclusive porque a carga horária de aulas práticas é reduzida nas fases iniciais.

Mesmo na fase 4, após a autorização da presença de até 80% da comunidade acadêmica de forma simultânea, em dezembro apenas 20% dos estudantes estão em atividades presenciais. A expectativa da direção-geral do câmpus é que, a partir de 31 de janeiro, esse índice chegue a 50%, abaixo ainda do permitido na fase 4. O aluno deve ficar atento ao SIGAA para saber quais turmas voltaram ao presencial e, caso não possa comparecer, enviar justificativa, conforme a resolução 21/2021.

Todas as informações sobre a situação das atividades presenciais no IFSC e o enfrentamento da pandemia podem ser acompanhadas em https://www.ifsc.edu.br/covid-19

INSTITUCIONAL

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.