Pular para o conteúdo

Notícias

Aluna do Câmpus Xanxerê concorre a uma vaga no Parlamento Juvenil do Mercosul

CÂMPUS XANXERÊ Data de Publicação: 29 nov 2018 14:16 Data de Atualização: 29 nov 2018 14:56
Aluna do Câmpus Xanxerê concorre a uma vaga no Parlamento Juvenil do Mercosul

A aluna do Câmpus Xanxerê Eduarda Schina precisa dos votos dos estudantes de 14 a 18 anos para tornar-se a primeira xanxerense a integrar o Parlamento Juvenil do Mercosul (PJM). A estudante do Técnico Integrado em Alimentos também é a única candidata feminina de Santa Catarina e a única representante do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) a concorrer a uma vaga.

O PJM é um espaço onde os jovens se reúnem para debater projetos e a educação do Mercosul. A seleção é realizada pelo Ministério da Educação (MEC) e parceiros. Em 2018, a 5ª seleção nacional do PJM irá selecionar, ao todo, 27 jovens brasileiros que representarão o Brasil no Mercosul de 2018 a 2020. A votação encerra nesta sexta-feira (30), no site do PJM.

Participam desta seletiva estudantes regularmente matriculados no 1º ou 2º ano do ensino médio, das escolas públicas do país, que tenham presença e boa conduta e rendimento escolar, além de capacidade para conviver com jovens de diferentes culturas e crenças, e disponibilidade e autorização dos pais para realizar viagens.

Além disso, para participar, os candidatos também precisaram produzir um projeto na área da educação com o tema principal “O ensino médio que queremos”. Eduarda apostou no transtorno alimentar na adolescência. "Escolhi este tema porque Transtornos Alimentares (TAs) estão cada vez mais alarmantes na comunidade escolar, e poucas são as ações realizadas para diminuir os agravamentos deste transtorno", afirma.

A ideia da aluna, então, é alertar estudantes do ensino médio sobre o assunto, realizado mais dinâmicas, como palestras, rodas de conversas, cartazes e também falas em salas de aula. "Quero abordar essa temática com seriedade e de modo mais simples e prático, alertando os jovens sobre este tipo de transtorno, que ao longo do tempo pode deixar consequências graves, podendo levar à morte", afirma Eduarda. Conheça mais sobre o projeto em um vídeo gravado pela própria Eduarda.

Como votar?

É necessário ser estudante, de 14 a 18 anos, e entrar no site da PJM até esta sexta-feira 30/11/2018, fazer um cadastro, e escolher a aluna "Eduarda Pelepenko Schina".

Saiba mais

O PJM tem como objetivo favorecer e promover o protagonismo juvenil, abrindo espaço para diálogos e discussões acerca de temas ligados à educação, como: inclusão educativa, participação cidadã, direitos humanos, diversidade de raça, etnia e gênero, integração regional e trabalho.

A iniciativa também ajudará os jovens a compreender o mundo, resolver problemas e atuar de forma cidadã, ética e responsável em sua comunidade e na sociedade, desenvolvendo competências e habilidades como o domínio da linguagem, compreensão de fenômenos, enfrentamento de situações-problema, construção de argumentação e elaboração de propostas, que são as competências principais da matriz de referência do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
 

CÂMPUS XANXERÊ