Pular para o conteúdo

Notícias

Aluno cria site e metodologia de avaliação para praias de Florianópolis, com foco no Bandeira Azul

PESQUISA Data de Publicação: 04 out 2022 10:05 Data de Atualização: 10 out 2022 10:49

Florianópolis atrai aproximadamente 2 milhões de turistas por ano. Alguns já recorrentes, outros estreantes nas mais de 40 praias que a ilha oferece. E para auxiliar todos eles na escolha e avaliação quanto à balneabilidade, à segurança, a serviços e à Educação Ambiental do local, o mestrando em Clima e Ambiente do Câmpus Florianópolis, Eunésio Cavalcanti da Rocha, sob a orientação do professor Adriano Vitor, desenvolveu um site, já disponível para acesso e consulta.

“Os produtos oriundos da pesquisa têm o objetivo de apontar para os órgãos interessados o quão próximo aos requisitos do programa Bandeira Azul estão as praias de Florianópolis, em particular as praias da ilha”, destaca Rocha. A Bandeira Azul é a certificação internacional de praias, marinas e até embarcações de turismo. É um prêmio voluntário ecológico que leva em conta questões como gestão ambiental, qualidade da água, bem-estar, segurança e serviços.

O agora mestre em Clima e Ambiente criou dois produtos principais: uma metodologia para avaliação de qualquer praia sob a ótica do programa Bandeira Azul, não de forma simplista, mas com critérios definidos o que proporciona para os órgãos gestores de praias uma visão real, para analisar as possibilidades e apontando onde o órgão deve atuar para se candidatar.

Outro produto foi o site, que apresenta os resultados da pesquisa para as praias da ilha de Santa Catarina, apontando entre elas as que mais se aproximam do atendimento dos requisitos do programa Bandeira Azul. 

Segundo ele, o cidadão que utilizar o site para avaliar as praias que visitará em Florianópolis irá usufruir de locais mais adequados, tanto nos quesitos balneabilidade como nas facilidades que encontrarão nas praias, e caso Florianópolis busque a certificação de alguma praia, o usuário ainda terá a seu dispor um programa de Educação Ambiental o que transforma o olhar das pessoas para os recursos naturais, em particular as praias. 

Eunésio ressalta que a motivação para a realização do trabalho veio do crescimento que este programa tem apresentado em nível de Brasil. “O Programa Bandeira Azul tem sua origem na Europa, e hoje no Brasil tem, a cada ano, aumentado o número de praias certificadas. Como Santa Catarina é o estado com o maior número de praias certificadas, consideramos importante realizar uma pesquisa na capital, envolvendo as praias que se localizam na ilha. Como o curso (Mestrado) trata das questões ligadas a Clima e Ambiente, entendemos que o programa em sua vertente de buscar a qualidade das praias para uso da população, tendo vários requisitos ligados ao meio ambiente, está em conformidade com a proposição de pesquisa e do curso”, coloca ele.

Para chegar ao resultado, Eunésio avaliou inicialmente todos os requisitos do programa Bandeira Azul, a partir de uma entrevista realizada por ele com a representante do órgão responsável do programa no Brasil. “Diante das informações, elaboramos uma metodologia para realizar as avaliações para apresentar um ranking das praias; elaboramos ainda um questionário baseado nos requisitos para aplicação junto aos usuários das praias, além do trabalho de avaliação in loco de todas as praias elencadas na pesquisa para evidenciar o atendimento ou não dos requisitos do programa. A conclusão do levantamento de cada praia foi feita sob a luz da metodologia e elaborado o ranking que alimenta o site”, explica Rocha.  

Segundo ele, conhecimentos de estatística, auditoria ambiental e questões ligadas ao meio ambiente foram fundamentais para o desenvolvimento da dissertação, que resultou no site. “Quando se trabalha com avaliação de um determinado ambiente sob a ótica de uma premissa previamente determinada, como é o caso dos critérios adotados pelo Bandeira Azul, um dos principais conhecimentos ligados a estatística e auditoria ambiental, para termos um resultado que retrate a realidade do local definido pela pesquisa, outros conhecimentos agregados a pesquisa é a percepção das questões ligadas ao meio ambiente que é fundamental na avaliação da qualidade das praias para uso da população”, expõe.

Para Eunésio, a expectativa é que o produto (metodologia) ao ser apresentado para alguma empresa ou mesmo que seja associado ao IFSC, terá utilidade na avaliação de qualquer praia no território nacional. “Como uma metodologia, ele não atende exclusivamente às praias de Florianópolis, já o site, este sim, está voltado tanto para a população como aos turistas que venham visitar a cidade. Com uma divulgação do site, começaremos a ter uma visão diferenciada na escolha de praias a serem visitadas e frequentadas”, argumenta Rocha.

Ele destaca o crescimento profissional e pessoal ao desenvolver esse trabalho. Conforme Eunésio, colocar em prática os conhecimentos adquiridos ao longo do curso sobre as questões ambientais é o maior ganho para quem conclui um curso de Mestrado com essa vertente. “No lado pessoal, como sou oriundo da área da indústria e conheço o movimento de certificação ISO 14001, apostar em uma pesquisa que tem essa visão é uma grande satisfação, pois reforça meu pensamento e atitudes voltadas a preservação do meio ambiente”, diz e complementa: “cada ano que passa nós ouvimos falar mais sobre a importância da preservação do meio ambiente, da sustentabilidade, reciclagem, educação ambiental dentre outros termos ligados a gestão ambiental. Na indústria existe um movimento grande na busca da certificação da ISO 14001, o que denota o respeito de determinada empresa em relação as questões ambientais. A gestão de praias vem ao encontro dessas discussões do uso sustentável dos recursos disponíveis neste ambiente. Os órgãos de gestão municipal devem se preocupar como suas ações e o que podem influenciar negativamente o meio ambiente. Para atingir o índice máximo e alcançar a certificação o órgão gestor deve buscar atender todos os critérios do programa o que passa pela avaliação de investimentos, e atendimento a legislação. O retorno destes investimentos vem com a melhoria dos ambientes e a demonstração do município com as questões ambientais e o aumento do fluxo turístico”. 

PESQUISA

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.