Pular para o conteúdo

Notícias

Pesquisa discute Educação em Direitos Humanos no Câmpus Criciúma

CÂMPUS CRICIÚMA Data de Publicação: 07 out 2022 13:18 Data de Atualização: 07 out 2022 13:22

Como os professores do Câmpus Criciúma do IFSC enxergam a educação em Direitos Humanos? Como a temática dos Direitos Humanos está presente no cotidiano do Câmpus? Para responder essas e outras perguntas, e discutir seus desdobramentos, a Comissão para a Diversidade Social e Direitos Humanos do IFSC Câmpus Criciúma deu início a um projeto de pesquisa que vai orientar as futuras ações da comissão.

Com o título “Direitos Humanos e pesquisa como princípio educativo: um estudo qualitativo sobre Educação em Direitos Humanos no IFSC Câmpus Criciúma”, a Comissão pretende analisar os projetos pedagógicos dos cursos do Câmpus Criciúma, aplicar um questionário aos professores e planejar ações de educação em Direitos Humanos na instituição, entre outros objetivos. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética do IFSC e recebeu financiamento em edital da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Proppi) e Diretoria de Assuntos Estudantis (DAE).

De acordo com a professora Sabrina Paz, coordenadora da Comissão de Direitos Humanos do Câmpus, a pesquisa tem uma abordagem qualitativa fundamentada na metodologia da pesquisa-ação, isto é, a partir dos resultados serão planejadas ações da Comissão.

“A pesquisa surgiu com o intuito de fortalecer o trabalho da Comissão. Ou seja, o grupo sentiu necessidade de estudar e pesquisar a realidade local para conhecer e intervir na realidade no que tange às questões relativas aos Direitos Humanos de forma mais efetiva”, explica Sabrina, destacando que a participação dos estudantes bolsistas também é um momento de aprendizado.

“O instrumento de pesquisa foi construído coletivamente, com a participação dos servidores e discentes. Os discentes que fazem parte do projeto, do curso técnico em Edificações e da Licenciatura em Química, estão podendo colocar em prática pressupostos abordados em diversas unidades curriculares, fortalecendo a relação entre ensino e pesquisa, considerando os pressupostos da pesquisa como princípio educativo”, afirma.

A Comissão foi criada no contexto da adesão do IFSC ao Pacto Nacional Universitário pela Promoção do Respeito à Diversidade, da Cultura da Paz e dos Direitos Humanos, iniciativa do Ministério da Educação e do Ministério da Justiça lançada em 2017 para a promoção da educação em direitos humanos no ensino superior.

CÂMPUS CRICIÚMA PESQUISA

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.