Pular para o conteúdo

Notícias

Servidores do IFSC vencem a etapa estadual do Prêmio Confap de Ciência, Tecnologia e Inovação

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 21 out 2022 09:52 Data de Atualização: 21 nov 2022 07:40

A jornalista Marcela Lin (Reitoria) e o professor Tiago Savi Mondo (Câmpus Florianópolis-Continente) foram os vencedores da etapa estadual do Prêmio Confap de Ciência, Tecnologia e Inovação - Professora Odete Fátima Machado da Silveira, de caráter nacional e concedido pelo Conselho Nacional das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap). Marcela ganhou na categoria Profissional de Comunicação e Tiago, na categoria Pesquisador Inovador.

O resultado foi divulgado na quinta-feira, 20 de outubro, pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), responsável por organizar a fase estadual. Marcela e Tiago vão representar Santa Catarina na etapa nacional do prêmio.

A jornalista Marcela Lin participa do prêmio com a reportagem "Dia Nacional da Ciência e do Pesquisador: um panorama da pesquisa no IFSC", publicada no Portal do IFSC. A produção multimídia traz dados sobre a pesquisa no IFSC, além de apresentar um histórico do processo na instituição e destacar o tipo de pesquisa feita em um instituto federal. O conteúdo contou com texto, vídeos e infográfico, envolvendo outros profissionais da Diretoria de Comunicação (Dircom), da Reitoria. Marcela já havia sido finalista do mesmo prêmio em 2021.

“Fico muito honrada de representar Santa Catarina num prêmio que valoriza a ciência e o jornalismo, ambos importantes para a população e para o desenvolvimento de um país. É ainda mais simbólico pra mim, diante do atual contexto, ter sido escolhida por uma reportagem que destaca o papel da pesquisa aplicada, que é uma das finalidades dos institutos federais”, comenta Marcela.

O case inscrito pelo professor Tiago Mondo para o Prêmio Confap conta a trajetória profissional e acadêmica dele, que publicou seu primeiro artigo em 2010 e, desde então, já teve 89 publicações em 41 periódicos indexados (Qualis ou Scupus) das áreas de administração, turismo e economia. A maior contribuição de Tiago na área de pesquisa é o TourQual, a primeira metodologia de gestão da qualidade em destinos e equipamentos turísticos criada cientificamente, validada e registrada.

Desde 2014, pesquisas acadêmicas e consultorias de mercado têm sido realizadas usando a ferramenta. Em 2021, o TourQual foi finalista do Prêmio Turistech Brasil, promovido pelo Ministério do Turismo e pela Wakalua (Hub de Inovação da Organização Mundial do Turismo). Ainda no ano passado, foi finalista no Desafio São Paulo de Inovação no Turismo, sendo primeira colocada na categoria “Academia e Consultoria” e terceira no ranking geral. Em 2022, ela foi usada na Pesquisa Nacional de Avaliação da Qualidade de Serviços Turísticos, coordenada por Tiago, realizada em parceria com a Rede Brasileira de Observatórios de Turismo e considerada uma das maiores pesquisas já realizadas no âmbito do turismo no Brasil, com 223 atrativos turísticos pesquisados em 14 estados brasileiros.

“Esse prêmio mostra que estamos fazendo um trabalho bem feito e que a pesquisa em turismo está tendo um destaque muito bacana. É motivo de muita alegria porque estou representando não só o meu trabalho, mas o trabalho de muitos pesquisadores do turismo que têm se esforçado durante anos para firmar o seu lugar e o turismo como atividade importante no contexto acadêmico e no contexto econômico do Brasil", destaca Tiago.

O prêmio

Essa é a segunda edição do Prêmio Confap, concedido a pesquisadores que se destacaram em pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação, cujos resultados geraram conhecimento e beneficiaram, direta ou indiretamente, o desenvolvimento e o bem-estar da população brasileira. O prêmio também reconhece a atuação de profissionais de comunicação que, por meio do jornalismo científico, contribuíram para a aproximação entre a CTI e a sociedade brasileira.

“O prêmio é uma oportunidade importante para mostrarmos a relevância dos pesquisadores e inovadores brasileiros”, afirmou o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen. “Esse reconhecimento é fundamental para motivar nossos talentos e incentivar os jovens a ingressarem no ambiente da ciência, pesquisa e inovação. Santa Catarina, no ano passado, teve a felicidade de ser premiada em algumas categorias e queremos repetir a dose neste ano”, ressalta.

Os finalistas da etapa nacional do prêmio - na qual concorrem representantes de cada estado - serão divulgados até 13 de dezembro. A cerimônia de premiação ocorre em março de 2023.

Para mais informações, acesse o site da Fapesc.

INSTITUCIONAL

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.