Pular para o conteúdo

Notícias

Câmpus participa do Minatech e recebe 50 meninas do ensino público de SC

CÂMPUS FLORIANÓPOLIS Data de Publicação: 08 nov 2022 11:50 Data de Atualização: 08 nov 2022 15:35

Inspirar. Apoiar. Acompanhar. Incluir. Por mais mulheres na tecnologia. Essas são as ações chaves do Minatech, projeto voltado para apresentar às meninas do ensino público, entre 15 e 17 anos, as áreas da tecnologia para formação superior. E que no último sábado (5) desenvolveu atividades, dirigidas a 50 meninas participantes dessa edição, no Câmpus Florianópolis, quando foram apresentados laboratórios, cursos e realizada oficina prática sobre tratamento de efluente. 

“O evento foi um sucesso. Fizemos uma oficina sobre Tratamento de Efluente Têxtil. Efluente esse produzido em uma das aulas de tingimento na unidade curricular de Processos Industriais, da professora e engenheira química, Gisele Serpa. Fizemos ensaios de coagulação, escolhemos um experimento bem prático, colorido que causasse um impacto no observador, além de despertar o interesse e a curiosidade das meninas. E tudo indica que nosso objetivo foi alcançado”, relata a professora Berenice da Silva Junkes, que faz parte da iniciativa por ser ex-aluna do Técnico Integrado em Saneamento e que ao lado de Gisele e Mariana, também ex-aluna do Câmpus, organizou a atividade. 

A atividade ainda contou com o engajamento de oito embaixadores do Minatech, para coordenar e auxiliar na execução das atividades. Berenice ressalta a importância da iniciativa: “para nós foi extremamente recompensador participar e contribuir com um projeto que visa apoiar jovens mulheres na escolha de profissões da área da Química, pensando em uma sociedade mais justa e igualitária, livres de vieses, preconceitos e discriminações”.

Mais sobre

O Minatech visa inspirar as jovens do ensino médio e incluí-las em profissões como as Engenharias ou em outras áreas técnicas, que hoje são majoritariamente masculinas. O programa objetiva fazer com que as meninas acreditem que elas têm capacidade para as carreiras técnicas e que essas profissões não precisam ser somente para meninos. E a meta a longo prazo é alcançar a igualdade de gênero e suas interseccionalidades nas profissões da área das exatas. Para isso, realizam oficinas voltadas para os conceitos da lógica, matemática e física, intercaladas com questões sobre o dia a dia das profissões, empreendedorismo, diversidade, conhecimento psicossocial e empoderamento feminino.

A Jornada Minatech 2022 prevê até 19 de novembro rodas de conversa com engenheiras de diversas áreas apresentando o dia a dia da profissão, relatos de vida com engenheiras que estudaram em escolas públicas, bate-papo com assistentes estudantis da UFSC sobre oportunidades e ações afirmativas, e com psicólogas com orientação profissional e de carreira. As oficinas previstas para essa edição incluem ainda Robótica, em parceria com Prototipando a Quebrada, Eletrotécnica e Eletromagnetismo. 

CÂMPUS FLORIANÓPOLIS ESTUDE NO IFSC

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.