Pular para o conteúdo

Notícias

Profissional de Edificações deve dominar uso de softwares na construção civil

ESTUDE NO IFSC Data de Publicação: 13 jun 2019 07:00 Data de Atualização: 12 jun 2019 15:36
Profissional de Edificações deve dominar uso de softwares na construção civil

Lápis, esquadro e papel seguem fundamentais para o trabalho de um técnico em Edificações. Mas dominar os softwares cada vez mais utilizados na construção civil são indispensáveis para a formação de um profissional da área. Eles são muitos e é preciso saber escolher o mais adequado para cada situação.

Com a existência de tantos softwares no mercado, a importância e qualidade destes programas recaem sobre fatores como a capacidade de hardware do computador e, também, o campo de atuação do profissional. Coordenador do curso técnico em Edificações do Câmpus Criciúma, André Michels diz que há dezenas de softwares e ferramentas que auxiliam os profissionais da construção civil, sendo que, para um técnico da área, os programas voltados ao Desenho auxiliado por Computador (CAD) 2D e 3D são uma ótima opção. 

“Antes de definir a aquisição de um software, procure por aqueles que permitem o uso em caráter de avaliação, normalmente de 30 dias ou até mais, ou softwares de código aberto que são, em sua maioria, gratuitos e desempenham recursos similares satisfatoriamente”, recomenda.

Matheus Cruz é técnico em Edificações formado pelo IFSC e vem atuando como projetista e desenhista em um escritório de Engenharia Civil, lidando com projetos hidrossanitários, estruturais, arquitetônicos e elétricos. Seu trabalho exige que ele saiba utilizar programas como AutoCAD e SketchUP, algo que lhe ajudou bastante na entrevista de emprego, já que possuía grande conhecimento com os demais programas.

“Acredito que para quem está começando agora, os softwares facilitam muito a entrada no mercado de trabalho e, para quem já está no mercado, é um modo de fazer as coisas com uma velocidade bem maior e com a menor quantidade de erros possíveis. Isso se traduz diretamente na qualidade e no valor do serviço que só tende a crescer”, afirma.

Para arquiteta Juliana de Godoy, professora do IFSC, os softwares voltados à construção civil buscam facilitar o processo de construção e, também, proporcionar um maior poder de análise sobre as possíveis soluções a serem adotadas. “É de extrema importância que o técnico em Edificações fique a par das novas tecnologias para poder se tornar um profissional capacitado e competitivo no mercado de trabalho”, destaca.

Em 2018, foi assinado um decreto que visa implantar a plataforma BIM (Building Information Modeling) no setor público e privado brasileiro. O BIM é um processo que abrange um conjunto de tecnologias que utilizam a simulação da construção através de modelos tridimensionais com inteligência, como o Revit, OpenBuilding e ArchiCAD. “Quando falamos em projeto utilizando um software como o Revit, estamos falando na possibilidade de simular uma construção antes que seja executada, com todos os seus componentes e sistemas modelados e contendo informações de especificações e desempenho, podendo simular, por exemplo, a eficiência energética do edifício, ou validar automaticamente sua conformidade com normas de segurança”, afirma Juliana.

Estude no IFSC

O curso técnico em Edificações do IFSC Câmpus Criciúma, voltado a quem já concluiu o Ensino Médio, está com inscrições abertas até o dia 17 de junho. Clique aqui para mais informações.

 

ESTUDE NO IFSC