Pular para o conteúdo

Notícias

Abertas inscrições para o Concurso Garatéa 2019 que levará projeto brasileiro ao espaço

PESQUISA Data de Publicação: 09 jul 2019 14:03 Data de Atualização: 09 jul 2019 14:18
Abertas inscrições para o Concurso Garatéa 2019 que levará projeto brasileiro ao espaço
Alunos do Câmpus Xanxerê apresentaram seu experimento semana passada, em Washington

Estão abertas até o dia 25 de julho as inscrições para o Concurso Garatea ISS 2019. O concurso faz parte da Missão Garatéa, iniciativa da Student Spaceflight Experiments Program (SSEP), que enviará o projeto vencedor para a Estação Espacial Internacional, onde será lançado ao espaço.

A Missão Garatéa tem como objetivo difundir a importância do estudo científico através da vivência de uma missão espacial fantástica, buscando criar referência para os estudantes e garantir a continuidade da formação de novas gerações de cientistas.

Podem participar estudantes de 10 a 18 anos e cada comunidade (escola) poderá alocar quantos alunos quiser para participar do concurso. Os alunos devem ser divididos em grupos com 4 integrantes, sendo recomendável times com igualdade no que se refere a gêneros.

Após as escolas se inscreverem e serem selecionadas, começa a interação entre alunos durante 12 semanas para elaboração de propostas baseadas no aprendizado repassado pelos professores. As propostas devem seguir o processo científico através da metodologia comum de elaboração de hipóteses, proposta de experimento e resultados esperados.

Após o término das 12 semanas, apenas uma proposta por escola participará de uma avaliação nacional e poderá ser escolhida para representar o Brasil na Estação Espacial Internacional. Caso seja escolhida, a comunidade (escola) da proposta vencedora continuará com o ciclo de montagem de experimento que ocorre entre janeiro e abril de 2020.

Equipe vencedora de 2018 é do IFSC

A equipe vencedora do Concurso Garatéa 2018 é do IFSC. Os estudantes Ricardo Cenci, Roberta Debortoli, Renata Muller, e Isabela Battistella do Ensino Médio Técnico Integrado em Informática do Câmpus Xanxerê, venceu o concurso com o projeto “Capilaridade vs Gravidade no processo de filtração”, e como prêmio, além de terem seu experimento enviado ao espaço, eles foram convidados para conhecer a NASA e participar de um congresso para exposição de resultados, em Washington (EUA).

No projeto, os alunos e professores propuseram um sistema de filtração de água baseado na moringa, filtro de barro brasileiro. Este filtro tem o funcionamento baseado na gravidade, ou seja, é através dela que a água passa pela vela e é filtrada, sendo que o principal componente responsável pela filtração é o carvão ativado.

A integrante da equipe, Renata Muller, ressalta que por mais que as ciências espaciais sejam uma área não tão explorada regularmente, o resultado da equipe de Xanxerê mostra que esse sonho é possível. “Temos muito orgulho de trazer destaque ao oeste catarinense em um concurso de ciências espaciais. É uma área muito pouco comum, mas considerada um sonho por muitos. E aprendemos muito, porque precisamos lidar com erros e achar um meio de fazer dar certo”, afirmou.

Inscrições

Mais informações podem ser obtidas no Manual de Participação e as inscrições podem ser feitas no site do concurso.

PESQUISA