Pular para o conteúdo

Notícias

Alunos desenvolvem bengala eletrônica de baixo custo

ENSINO Data de Publicação: 16 ago 2019 08:18 Data de Atualização: 16 ago 2019 08:24
Alunos desenvolvem bengala eletrônica de baixo custo

No projeto integrador, que é o trabalho final do curso técnico, os alunos José Pimentel e Maximiano Conte, do técnico subsequente em Eletroeletrônica, desenvolveram uma bengala eletrônica de baixo custo que emite um sinal sonoro quando toca em um obstáculo. Ela foi feita em PVC e tem dois sensores que podem ser regulados para identificar objetos a uma distância mínima de 2 cm ou de até 4 metros tanto abaixo quanto acima da cintura. “Nós conseguimos produzir a bengala usando menos de R$ 200,00. Reaproveitamos materiais de sucata e usamos, por exemplo, a bateria de um notebook”, explica José Pimentel.

A partir do primeiro protótipo, José Pimentel, que agora cursa o técnico em Mecânica no Câmpus Itajaí, começou a trabalhar no aperfeiçoamento da bengala. No segundo modelo, ele aumentou o número de baterias, colou um sensor fotorreflexivo (que é ativado somente ao toque do usuário, o que evita o desperdício de energia) e trocou o alarme sonoro por um sistema que vibra quando o usuário encontra um obstáculo.

Esse protótipo já está sendo utilizado por um aluno de baixa visão do Câmpus e a coordenação pedagógica solicitou ao José a fabricação de mais uma bengala. “Nesse terceiro modelo estou trabalhando para que a bengala fique mais leve.”

ENSINO CÂMPUS ITAJAÍ