Pular para o conteúdo

Notícias

Projetos de estudantes de Eletromecânica auxiliam instituições de Araranguá

ENSINO Data de Publicação: 29 ago 2019 10:00 Data de Atualização: 29 ago 2019 08:29

Estudantes do Câmpus Araranguá tiveram a oportunidade de aplicar conhecimentos das disciplinas em atividades práticas e, de quebra, levar solidariedade a duas instituições da cidade.

Os dois projetos foram desenvolvidos no curso técnico em Eletromecânica. São atividades de ensino com caráter extensionista, permitindo que os estudantes tenham uma vivência prática e que o IFSC intervenha positivamente na comunidade.

Cadeira nova na UPA

Sob orientação do professor Lucas Boeira, na disciplina de Ajustagem e Metrologia, estudantes do curso técnico em Eletromecânica (noturno) restauraram e reformularam uma cadeira de aplicação de soro usada pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA) vizinha ao Câmpus. Para identificar a necessidade da instituição, os alunos realizaram uma visita técnica para conhecer a estrutura e como poderiam contribuir para melhorar o atendimento ao público e as condições de trabalho dos profissionais.

A cadeira estava quebrada, sem uso, e tinha problemas de regulagem. Os alunos consertaram o que estava quebrado, modificaram o sistema de inclinação, que antes era manual e agora é acionado por um pedal, e reforçaram estruturas para que não voltem a estragar tão cedo.

"O que a gente espera é diminuir bastante a manutenção daquela cadeira e facilitar o sistema de inclinação”, explica o professor. “A tendência é fazer cada vez mais ações deste tipo. Podemos atender demandas da comunidade onde o aluno pode se envolver em uma atividade de ensino, pesquisa e extensão. Os alunos também tiveram motivação de trabalhar e realizar algo que pudesse contribuir com a sociedade de alguma forma", conclui Boeira.

Parceria com entidade

Também no curso técnico em Eletromecânica, mas na disciplina de projeto integrador, em que os estudantes aplicam os conhecimentos adquiridos durante todo o curso, uma turma vai desenvolver um painel para o projeto Nova Vida, que atua com restauração de cadeiras de roda e andadores.

“A exigência é que o projeto envolva no mínimo três disciplinas da área elétrica e três da área mecânica e automação. Neste projeto do painel, os alunos vão aplicar conhecimentos de desenho técnico, metrologia, ajustagem, soldagem, usinagem, eletricidade básica, instalações elétricas, acionamentos e automação”, explica o professor Fabio Santana.

O trabalho está sendo desenvolvido pelos estudantes Gustavo Camargo, Jonathan Patricio, Mateus Emídio, Oseias Caetano Jr, Robson Gumz e Ronivaldo Darabas. A previsão de conclusão é julho de 2020. A ideia surgiu a partir de um projeto, coordenado pelo professor, para o desenvolvimento de um serviço de conserto de cadeira de rodas. “O legal é que os alunos farão um projeto com aplicação real. Todos que passarem em frente ao Nova Vida verão o projeto deles”, afirma Santana.

ENSINO CÂMPUS ARARANGUÁ