Pular para o conteúdo

Notícias

Estudantes do IFSC participam de competição de luta entre robôs

CÂMPUS CRICIÚMA Data de Publicação: 11 set 2019 18:02 Data de Atualização: 12 set 2019 12:15
Estudantes do IFSC participam de competição de luta entre robôs
Equipe trabalha na montagem do robô | Foto: Paulo Vitor Monteiro

Estudantes do Câmpus Criciúma do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) viajam a Concórdia nesta quinta-feira (12) para participar de uma competição de combate entre robôs dentro do Winter Challenge, um dos maiores eventos de robótica do mundo. A competição segue até domingo. É a primeira vez que estudantes do Câmpus participam de uma disputa dessa modalidade.

O Winter Challenge é uma competição de robótica organizada pela empresa RoboCore, especializada em competições, feiras, congressos e cursos na área de robótica e atividades extra-curriculares. A competição em Concórdia terá sete modalidades em disputa: Combate, Sumô, Hockey, Seguidor de Linha, Robo Trekking, ArtBot e Futebol.

Participarão do evento os estudantes Carlos Schmoller e Victor de Castro, da Engenharia Mecatrônica, e Lucas Westfl e Edmilson Batista, do curso técnico em Mecatrônica. Eles integram a equipe DestroIFSC, supervisionados pelo professor Douglas Lucas dos Reis.

A máquina construída pelos alunos disputar a modalidade Combate, na categoria destinada a robôs de 5,44kg. O desafio consiste em provocar danos no robô adversário, como numa luta. A disputa envolve 35 equipes. Calouros na competição, os alunos montaram o robô em apenas quatro semanas. “O evento conta com participantes já experientes, então a nossa intenção definitivamente é participar e dar o nosso melhor”, afirma Carlos.

O curto tempo de preparação fez com que os alunos encontrassem alternativas para a montagem do robô, usando peças que não são ideais para competições de combate. Por isso, a estratégia vai ser importante. De acordo com o professor Douglas, a ideia é se posicionar bem e esperar a hora certa para “atacar”.

“Nós não vamos conseguir forçar os dois robôs de frente, graças ao motor que não está ideal, assim como a transmissão para as rodas. Então teremos que ser certeiros na hora de acertar a arma de combate. Se errarmos e outro robô acabar nos acertando, sabemos que dificilmente iremos nos recuperar”, afirma.

O Câmpus Criciúma do IFSC é o atual campeão da etapa catarinense da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR). Os estudantes se preparam para participar da fase nacional da competição, que será realizada em Rio Grande (RS) no mês de outubro.

CÂMPUS CRICIÚMA EVENTOS