Pular para o conteúdo

Notícias

Projeto Presença realiza evento na praça para distribuição de bonecos mensageiros da paz

EXTENSÃO Data de Publicação: 04 out 2019 11:16 Data de Atualização: 04 out 2019 15:23

Emília, Pinóquio, Homem de Lata, Soldadinho de Chumbo. Assim como a literatura, a biblioteca do Câmpus Joinville também tem poder de dar vida a bonecos. Em parceria com o Centro de Educação Infantil (CEI) Sonho de Criança, a biblioteca aderiu a um movimento nacional de criação e distribuição de bonecos de pano nos espaços públicos. Os 180 bonecos confeccionados durante o projeto serão distribuídos nesse sábado (5), a partir das 10h, na Praça do Bosque (Rua Inambu, bairro Costa e Silva). As crianças que participarem do evento também poderão conferir apresentações musicais dos alunos do CEI Sonho de Criança e participar de atividades recreativas.

Desde o início do ano, o “Projeto Presença: uma ação social da Biblioteca do Câmpus Joinville e do CEI Sonho de Criança para a comunidade, através da confecção e entrega de ‘mensageiros da paz’” mobilizou estudantes e servidores das duas instituições de ensino para a confecção dos bonecos e atender ao maior objetivo do Projeto Presença nacional, que é chamar a atenção da sociedade pela segurança para a infância e uma cultura própria desta fase da vida - que valorize a brincadeira, a criatividade e o lúdico, sem excesso de consumo.

Na divisão de tarefas, a criação dos modelos ficou sob responsabilidade dos pequenos alunos do CEI, que abusaram da criatividade e das cores nas ilustrações. Os desenhos foram transformados em bonecos de pano e ganharam vida pelas mãos de voluntários atentos a todos os detalhes, do colorido da roupa ao corte do cabelo. Neste mutirão, participaram estudantes e servidores do IFSC, servidores do CEI e familiares dos alunos das duas instituições vizinhas, localizadas no bairro Costa e Silva.

Segundo a bibliotecária do Câmpus Joinville, Angela Morel Nitschke Dums, mais que uma ação social e de integração, o projeto também tem um viés pedagógico importante. “Foi muito bom ver nossos alunos se dedicando ao trabalho de escolha dos materiais, costura, aplicação dos acessórios e acabamento dos bonecos. Ao trabalhar atenção, concentração e habilidades analógicas, as atividades manuais acabam contribuindo também para o desempenho escolar. Todos encantados e envolvidos numa atividade inesperada para uma biblioteca”, explica Angela, lembrando que o novo conceito de biblioteca escolar prevê o seu fortalecimento como um espaço de criação e de promoção de habilidades.

O projeto

O Presença é um projeto nacional desenvolvido pela RedSolare Brasil, uma associação em defesa da cultura da infância e de difusão da prática educativa de Reggio Emilia (Itália). Sua primeira edição aconteceu em 2012, em Salvador (BA), a partir da criação e distribuição de bonecos de pano em defesa da paz, dos direitos e da cultura da infância, em espaços públicos com segurança. Atualmente, o projeto existe em vários estados e ganhou repercussão em outros países também.

A ação foi idealizada pela educadora Marilia Dourado, que, junto com sua neta Maria Eduarda, criou os primeiros bonecos, símbolos do projeto. Em agosto, Marilia Dourado esteve em Joinville para um evento junto à rede municipal de educação e fez questão de visitar a biblioteca do Câmpus Joinville para conhecer a iniciativa local.

“Ver uma biblioteca que toma a iniciativa de mobilizar pessoas, de conectar crianças com adultos, conectar uma instituição de educação de crianças com um instituto federal - com níveis de formação humana tão diferentes, mas que dialogam, que podem atuar juntas e se complementar, fortalece nossa crença de que é possível e é urgente criar espaços públicos para que a sociedade esteja em diálogo, em que pensamentos divergentes sejam colocados em jogo e se complementem”, enfatiza Marília Dourado.

Para a educadora, é muito importante e necessário o fortalecimento de iniciativas que envolvam pessoas, comunidades, relações e convívio. “Eu acredito que ganhamos todos. Ganham as crianças, porque conhecem outro universo, outra instituição de ensino bem diferente da sua; ganham os adolescentes, os jovens e adultos, porque conseguem ativar suas memórias de infância e fazer viva esta criança que habita em cada um de nós. Eu diria que é curativo e transformador ver pessoas costurando vidas com alegria em prol de um coletivo.”

EXTENSÃO CÂMPUS JOINVILLE EVENTOS