Pular para o conteúdo

Notícias

Alunas do Câmpus São Miguel do Oeste conquistam 2º lugar na Olimpíada Brasileira de Agropecuária

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 30 out 2019 15:36 Data de Atualização: 30 out 2019 15:51
Alunas do Câmpus São Miguel do Oeste conquistam 2º lugar na Olimpíada Brasileira de Agropecuária

A equipe composta pelas estudantes Larissa Pereira Duarte, Isadora Zeni Schmidt e Monique Berwanger, do curso técnico integrado em Agropecuária do Câmpus São Miguel do Oeste conquistou a segunda colocação na etapa presencial da Olimpíada Brasileira de Agropecuária (Obap), realizada no Câmpus Foz do Iguaçu do Instituto Federal do Paraná (IFPR).

A competição reuniu 30 equipes de cursos técnicos do eixo tecnológico Recursos Naturais de todo o país e tem como objetivo estimular o ingresso de jovens do ensino técnico integrado, concomitante e técnico subsequente em carreiras técnico-científicas, incentivando a participação em atividades de iniciação científica, colocando-os em situações desafiadoras, estimulando a cooperação e a integração entre eles.

A olimpíada é realizada em duas etapas. A primeira delas é virtual, onde os integrantes da equipe podem realizar a prova juntos, com supervisão do orientador. Na segunda fase, as provas foram divididas em teóricas e práticas. As provas teóricas foram individuais, e as práticas puderam ser feitas em equipe.

As três provas práticas foram: inseminação artificial de bovinos de corte; agrimensura e topografia; adubação de solo. Em cada um delas, foi necessário realizar estudos teóricos e cálculos para então aplicá-los na prática.

A estudante Monique Berwanger conseguiu o melhor desempenho na prova teórica entre os participantes e afirma que participar da Obap foi uma das melhores experiências que teve no ensino médio. “Foi uma experiência nova, incrível. Participar de uma olimpíada que trouxe pessoas de diversos lugares do Brasil e do mundo abriu portas e nos instigou muito. A Obap foi uma das melhores experiências que tive durante o meu ensino médio, espero que todos busquem por isso também”, explicou.

Monique ainda ressalta que a Obap foi um momento que demonstrou a importância dos assuntos estudados ao longo do curso e um interessante espaço para construir amizades. “A Obap nos mostrou tudo que o agro pode trazer para a sociedade em um geral. Além disso, conhecemos novas culturas, novos sotaques, novos olhares sobre o mundo, fizemos até mesmo alguns amigos de outros estados”, destacou.
 

INSTITUCIONAL