Pular para o conteúdo

Notícias

Alunos de Chapecó e Xanxerê conquistam medalhas em três olimpíadas de Matemática

ENSINO Data de Publicação: 09 dez 2019 15:43 Data de Atualização: 18 dez 2019 12:20

O final de ano tem sido de reconhecimento para alunos do IFSC, especialmente dos câmpus Chapecó e Xanxerê. Nos últimos dias, eles receberam os resultados de três competições de matemática: a Olimpíada de Matemática do Oeste Catarinense (OMOC), a Olimpíada Regional de Matemática (ORM) e a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep).

Na Olimpíada de Matemática do Oeste Catarinense (OMOC), dos 13 estudantes premiados, nove são do IFSC, sendo sete do Câmpus Xanxerê e dois de Chapecó (veja lista detalhada abaixo). A premiação foi na última sexta-feira (06), na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), organizadora da competição. É a segunda vez que estudantes do IFSC participam deste evento. 

Na Olimpíada Regional de Matemática, organizada pela Unochapecó, cinco alunos dos câmpus Chapecó e Xanxerê foram premiados. A ORM é realizada anualmente e tem a participação de escolas do Oeste de Santa Catarina, Noroeste do Rio Grande do Sul e Sudoeste do Paraná. Este foi o primeiro ano que alunos do IFSC participaram da olimpíada e foram desafiados por meio de seis questões discursivas. 

Na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), o IFSC teve 121 premiados ao todo. Do Oeste, foram 12 estudantes do Câmpus Xanxerê, nove de Chapecó, quatro de São Miguel do Oeste e um de São Carlos. Esta foi 13ª edição da Olimpíada, com 53.231 escolas participantes, de 99,6% dos municípios brasileiros. Dos 18,2 milhões de estudantes inscritos, 941 mil foram classificados para a segunda fase da competição.

Este trabalho de peso na área da Matemática, em Chapecó e Xanxerê, tem sido comandado principalmente pelos professores da área, Rosangela Ramon, Graziela Sombrio, Daniel Ecco e Luciane Cecchin Mario. Eles reforçam que a participação em Olimpíadas de Matemática estimula os estudantes a buscarem conhecimentos para além dos apresentados em aula. É uma das maneiras de despertar a criatividade, o pensamento investigativo e o gosto pelo estudo, além de identificar jovens talentos e desenvolver o raciocínio lógico. “Eles se sentem motivados com os problemas olímpicos, pois não é questão de sorte, mas resultado de muito esforço, dedicação e horas de estudo”, ressalta Rosangela.

As Olimpíadas de Matemática, detalha o professor Daniel, também ajudam a diminuir o abismo entre a pesquisa Matemática no Brasil e o ensino da Matemática nas escolas, “pois por um lado estamos na elite mundial das pesquisas em Matemática, junto a apenas mais dez países; por outro lado, boa parte dos nossos jovens acabam o Ensino Médio sem saber o básico da Matemática”.

Um dos alunos que costuma participar com frequência de competições escolares é o aluno Bruno Alcebíades Vaz, do Câmus Chapecó. O estudante do técnico em informática integrado ao ensino médio receberá, desta vez, menção honrosa na ORM. Mas já conquistou menção honrosa ou medalhas de ouro, prata e bronze em diversas outras olimpíadas de Matemática, Química, Física e até Astronomia e Astronáutica.

“Desde a infância sempre gostei de acompanhar a corrida espacial e isso foi chamando minha atenção para essas disciplinas Exatas, que tenho facilidade. Também recebo muito incentivo da escola e dos professores para participar das competições. Isso tem me trazido ainda mais facilidade nos conteúdos e com certeza tem me preparado para vários desafios, entre eles para o vestibular”, afirma Bruno.


Resultados das Olimpíadas de Matemática nos câmpus do Oeste:

Olimpíada Regional de Matemática (Nível III - Ensino Médio), da Unochapecó:

Medalha de Ouro:
Jonas Fontanella Moroso – estudante do Técnico Integrado em Informática, em Xanxerê

Medalha de prata:
Dante Hisamitsu Satake Neto - estudante do Técnico Integrado em Informática, em Xanxerê
Gabriel Sampaio - estudante do Técnico Integrado em Alimentos, em Xanxerê

Menção honrosa:
Bruno Alcebíades Vaz - estudante do Técnico Integrado em Informática, em Chapecó
Alan Antônio Bonetti – estudante do Técnico Integrado em Informática, em Chapecó


Olimpíada de Matemática do Oeste Catarinense, da UFFS:

Medalha de Ouro
Felipe Lorenzzon – Câmpus Xanxerê
Gabriel Gois – Câmpus Xanxerê

Medalha de Prata
Alan Bonetti – Câmpus Chapecó
João Gabriel Piva – Câmpus Xanxerê
Kaue Oselame – Câmpus Xanxerê

Medalha de Bronze
Jonas Moroso – Câmpus Xanxerê
Matheus Vieira Santos – Câmpus Chapecó

Menção honrosa
Maynara Afonso – Câmpus Xanxerê
Ana Julia Giacomeli – Câmpus Xanxerê


Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep):

Medalha de Ouro
Felipe Lorenzzon - Câmpus Xanxerê

Medalha de Bronze
João Gabriel Piva - Câmpus Xanxerê

Menção Honrosa
Alisson Zotis Zardo - Câmpus Chapecó
Bernardo Ribeiro Bohn - Câmpus Chapecó
Bruno Alcebíades Vaz - Câmpus Chapecó
Matheus Vieira Santos - Câmpus Chapecó
Raiff Kauan Gras - Câmpus Chapecó
Renan Lucas Silveira - Câmpus Chapecó
Tiago Fernandes - Câmpus Chapecó
Victor Dos Santos Santin - Câmpus Chapecó
Yenidis Teilor Scheibel - Câmpus Chapecó
Rafael Goncalves Filho - Câmpus Chapecó
Ana Julia Giacomeli - Câmpus Xanxerê
Dante Hisamitsu Satake Neto - Câmpus Xanxerê
Eduardo Zaffari Monteiro - Câmpus Xanxerê
Flavia Baggio Sachet - Câmpus Xanxerê
Gabriel Sampaio - Câmpus Xanxerê
Kaue Oselame - Câmpus Xanxerê
Pedro Augusto Gaiki - Câmpus Xanxerê
Pedro Tonelli Piasseski - Câmpus Xanxerê
Renata Girotto - Câmpus Xanxerê
Victor Eduardo Percio Durante - Câmpus Xanxerê
Cauan Walter Deters - Câmpus São Miguel do Oeste
Lucimara Schmidt - Câmpus São Miguel do Oeste
Marina Eliza Baldo - Câmpus São Miguel do Oeste
Miguel Andrioni Stadler  - Câmpus São Miguel do Oeste

 

ENSINO EXTENSÃO CÂMPUS CHAPECÓ CÂMPUS XANXERÊ EVENTOS ESTUDE NO IFSC