Pular para o conteúdo

Notícias

Tecnologia em Gestão Ambiental é nota máxima segundo Inep

ENSINO Data de Publicação: 11 dez 2019 12:01 Data de Atualização: 11 dez 2019 12:05
Tecnologia em Gestão Ambiental é nota máxima segundo Inep

O curso superior de Tecnologia em Gestão Ambiental do Câmpus Garopaba conquistou conceito 5, o maior possível, na avaliação realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A avaliação é a média de  três fatores: organização didático-pedagógica, corpo docente e tutorial e infraestrutura. Os avaliadores visitaram, entre 1 e 4 de dezembro, laboratórios e demais ambientes da instituição, além de realizar reuniões com coordenação, direção, alunos e professores do curso. 

O trabalho em equipe e a busca por uma atuação excelente são fatores importantes na construção desse conceito segundo a coordenadora da graduação, Elisa Serena. “Atribuo o conceito ao empenho de toda a equipe envolvida com o curso, que desempenha suas funções com muito empenho, e às tomadas de decisão de forma coletiva, sempre pelo bem do curso e do campus”, destaca. 

Para ela, o diferencial do curso é o trabalho focado nas peculiaridades da região. “Há um território com muitas riquezas naturais e em franco processo de crescimento, que necessita de profissionais que saibam lidar com os desafios do desenvolvimento aliado à preservação ambiental”, salienta Elisa sobre as características próprias da graduação no Câmpus Garopaba. Ela ressalta ainda as atividades extraclasses desenvolvidas pelos estudantes. “Temos muitas atividades de extensão junto à comunidade local, que faz com que os estudantes se envolvam e tenham ainda em sua formação a experiência prática da atuação profissional”, conta ela.

O curso

Essa foi a primeira vez que o curso foi avaliado pelo órgão do Mec. Tecnologia em Gestão Ambiental oferece 40 vagas por ano, e as aulas ocorrem no turno da manhã. A carga horária é de 1.800 horas/aula, desenvolvidas no período normal de 6 semestres (três anos). 

O objetivo do curso é formar profissionais capazes de prevenir, avaliar e mitigar os aspectos ambientais decorrentes das atividades humanas, utilizando-se das habilidades e competências adquiridas para planejar, desenvolver e gerenciar as atividades de conservação, controle e tratamento ambiental.  Assim, o mercado de trabalho para esse profissional constitui-se de empresas que não adquiriram a certificação de qualidade ambiental, fundamental para as companhias que atuam no mercado nacional e internacional. Outra possibilidade é desenvolver, na iniciativa privada, projetos de sustentabilidade nas comunidades locais, além de atuar ainda em órgãos públicos da área por meio de vagas de concursos.

ENSINO