Pular para o conteúdo

Notícias

Aluno do integrado quer implementar grupo de conversação de Inglês no Câmpus

CÂMPUS ITAJAÍ Data de Publicação: 05 mar 2020 12:29 Data de Atualização: 05 mar 2020 12:31

O aluno do técnico integrado em Recursos Pesqueiros Gabriel Bones Silva voltou do intercâmbio que participou nos Estados Unidos, através do programa Jovens Embaixadores, com uma série de ideias. Uma delas é de pensar em um grupo de conversação de Inglês no Câmpus. “No Brasil, apenas 5% da população fala Inglês e apenas 1% se considera fluente na língua. Em conjunto com a professora de Inglês do Câmpus, quero trabalhar para criar um grupo de conversação”.

A proposta de Gabriel faz parte das ações que os estudantes que participam do programa devem colocar em prática após a realização do intercâmbio. “Durante todo o programa somos estimulados a pensar em ações que promovam mudanças na sociedade em que vivemos e eu vejo que no Brasil há uma demanda muito grande por aprender um segundo idioma. Eu sei que se eu conseguir ampliar o número de alunos do Câmpus que falam Inglês, isso já fará diferença.”

Gabriel foi para os Estados Unidos em 10 de janeiro deste ano e voltou ao Brasil no dia 31 do mesmo mês. Ele foi um dos 50 estudantes de escolas públicas do Brasil selecionados pelo programa Jovens Embaixadores. “Antes de embarcarmos para os Estados Unidos, ficamos um tempo em Brasília em que visitamos o Itamaraty e começamos a ter as primeiras atividades de mentoria sobre empreendedorismo social. Nos Estados Unidos, nossa primeira parada foi em Washington onde visitamos o Departamento de Estado e uma série de monumentos. Depois eu e mais onze estudantes fomos para Seattle onde atuamos como voluntários em um projeto que presta assistência a sem-tetos. Nós ajudávamos na organização das roupas e higienização dos beliches de um albergue em que eles dormiam. Atuamos também em um projeto que fornece alimentos orgânicos.”

Durante o intercâmbio, os estudantes conheceram também uma série de empresas focadas no empreendedorismo social. “Foi muito interessante entrar em contato com pessoas que já atuam nessa área, aprender com eles como identificar os problemas e pensar em como implementar ações.”


Programa Jovens Embaixadores

 

O programa Jovens Embaixadores foi criado em 2002 no Brasil como uma forma de estreitar os laços entre os dois países. A partir desse projeto-piloto, a embaixada dos Estados Unidos ampliou o programa para toda a América Latina e a partir de 2020 estudantes norte-americanos também virão para o Brasil para participar de um intercâmbio sociocultural. 


 

CÂMPUS ITAJAÍ