Pular para o conteúdo

Notícias

Aula magna de Enfermagem apresenta perspectivas da profissão com foco na formação de líderes

ENSINO Data de Publicação: 04 mar 2020 15:26 Data de Atualização: 04 mar 2020 15:38

Apresentar a história da enfermagem, mostrar as transformações da profissão ao longo das décadas, enfatizar a importância do profissional e debater as perspectivas de futuro. Estes foram os objetivos da aula magna para os calouros da segunda turma do curso de bacharelado em Enfermagem do Câmpus Joinville, na manhã desta quarta-feira (4), com as professoras Nelma Baldin, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e Flaviane Mello Lazarini, do IFSC. Alunos veteranos do superior de Enfermagem e do curso técnico em Enfermagem também participaram das palestras.

“A enfermagem do presente é atuante, participativa, trabalha em rede e se preocupa com o ser humano no conjunto, não só físico, mas um ser em sua essência, emocional, afetivo, social, espiritual”, destaca professora Nelma, que é historiadora e trabalha com história ambiental e da educação. Em contraponto à enfermagem do passado, que era estritamente assistencial, a do futuro, segundo Nelma, será ainda mais humana, apesar de contar cada vez mais com o auxílio da tecnologia.

Com base nestas novas perspectivas de atuação, professora Nelma reforça que o enfermeiro tem que ser um líder. “Vocês têm que estudar muito e serem crítico-reflexivos do próprio trabalho e da situação da saúde em geral”, aconselha aos futuros profissionais.

“A tendência é que a gente forme líderes humanos que saibam realizar o planejamento com intencionalidade, para produção do cuidado”, concorda professora Flaviane, dos cursos de Enfermagem do Câmpus Joinville. Ela explica que isto envolve novas tecnologias, robótica, softwares de cuidados, ensino baseado em evidências e utilização de metodologias ativas de simulação realista.

Conforme Flaviane, as áreas em desenvolvimento são as de gestão, atendimento domiciliar, saúde do idoso, trabalho interprofissional, saúde da família e pesquisa aplicada. “Bem diferente da enfermagem do passado, que era considerada subprofissão e associada a dom divino”, compara.

O curso

O curso superior de Enfermagem do Câmpus Joinville teve início no segundo semestre de 2019. A partir deste ano, o ingresso é anual, sempre no primeiro semestre, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O curso tem duração de dez semestres e 4.280 horas/aula. Cada turma tem 24 vagas.

O objetivo do curso é formar bacharéis em enfermagem aptos a atuar em todos os níveis de complexidade do atendimento em saúde. O profissional formado pelo IFSC estará apto a executar ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação no processo de saúde e doença de forma individual e coletiva, com competências fundamentadas nos níveis de conhecimento técnico, científico, ético, político e educacional.

ENSINO CÂMPUS JOINVILLE