Pular para o conteúdo

Notícias

Câmpus Criciúma promove programa de formação transversal aos estudantes

ENSINO Data de Publicação: 03 jun 2020 17:36 Data de Atualização: 04 jun 2020 08:36

O Câmpus Criciúma do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) promove, a partir da próxima quarta-feira (10 de junho), um programa de formação transversal aos estudantes. Com um encontro por mês até novembro, o programa tem como objetivo abordar temas para além dos conteúdos de sala de aula, contribuindo com a formação integral dos estudantes do IFSC. Podem participar todos os estudantes com matrícula ativa no Câmpus Criciúma. 

O primeiro encontro terá como tema "Assédio: o que é, como identificar e como agir frente a situações em que ele acontece". A convidada é Ádila Antunes da Rosa, atual presidente da Comissão Permanente de Processo Administrativo Disciplinar do IFSC. Bacharel em Direito pela PUC-RS, Ádila é mestre em Gestão Universitária pela UFSC e especialista em Gestão Pública pelo IFSC. A atividade começa às 19h e será realizada por webconferência.

Para participar, os estudantes devem se inscrever previamente neste formulário eletrônico. Antes do início da roda de conversa, será enviado o link do ambiente virtual onde acontecerá a atividade. O prazo para inscrições na primeira atividade vai até a próxima terça-feira, dia 9 de junho.

Os temas foram definidos a partir de consulta realizada junto aos estudantes, por meio de formulário eletrônico. Mensalmente, serão realizadas rodas de conversa sobre temas variados, com a presença de um convidado especialista no assunto. Além da discussão inicial sobre assédio, estão programadas conversas sobre inclusão de pessoas com deficiência, estudos em tempos de pandemia, orientação profissional e diversidade e sexualidade.

“O objetivo desta formação transversal discente é proporcionar aos nossos alunos conhecimentos para além dos projetos pedagógicos dos cursos, agregando a construção de valores e direitos para o exercício de suas cidadanias e contribuindo, assim, no processo de democratização do ensino e das relações escolares”, afirma a professora Sheilar Nardon, coordenadora do grupo de trabalho formado para a realização da atividade.

Também integram o GT a psicóloga Andressa Fontoura Maria, a pedagoga Julia Hélio Lino Clasen, o professor Niguelme Cardoso Arruda, chefe do Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão (Depe), e a aluna Flávia da Silva Koch, como representante discente. A Comissão de Diversidade e Direitos Humanos e o Núcleo de Acessibilidade Educacional do Câmpus Criciúma também participam do grupo.

Clique aqui para se inscrever.

ENSINO CÂMPUS CRICIÚMA INSTITUCIONAL