Pular para o conteúdo

Notícias

[Podcast] A moça tecelã, de Marina Colasanti, e as violências de gênero

CÂMPUS ITAJAÍ Data de Publicação: 05 set 2020 11:21 Data de Atualização: 05 set 2020 11:35

No quinto episódio do podcast “Arte e cultura remota para os seus ouvidos” discutimos as violências de gênero, principalmente, no âmbito de um relacionamento amoroso, partindo da leitura do conto “A moça tecelã” de Marina Colasanti. Para esse bate-papo, convidamos Chris Menezes (RJ), que é terapeuta especialista em relacionamentos abusivos, e Adones Cruz (Xanxerê- SC), que é psicólogo clínico, poeta, militante LGBT e ativista dos direitos humanos. 

O podcast “Arte e cultura remota para seus ouvidos” é um dos resultados do projeto de extensão “(Des)controle remoto: literatura como sobre(vivência), indag(ação) e trans(formação) em tempos de isolamento social”, coordenado pela professora de Inglês do Câmpus Itajaí Aline Guerios. O grupo de leitura, que promove discussões de forma on-line, transformou parte do conteúdo de suas reuniões em podcasts que ficarão disponibilizadas nas plataformas do IFSC. Os episódios são produzidos pela coordenadora do projeto Aline Guerios e pelo servidor Jeferson Vieira, coordenador de Produção Audiovisual do IFSC.

O programa será postado quinzenalmente, aos sábados, no site do IFSC e nas principais plataformas de podcast (Spotify, Google Podcasts, Apple Podcasts, Anchor, Breaker, Castbox, Overcast, Pocket Casts e RadioPublic).

Os podcasts são o resultado dos encontros virtuais que estão sendo realizados às quintas-feiras, às 19h. As reuniões são abertas ao público e para participar basta acessar este link. O próximo encontro será no dia 10 de setembro. 

 

Conheça o projeto de extensão

Quando o período de distanciamento social começou, a professora de Inglês do Câmpus Itajaí Aline Guerios teve a sensibilidade de perceber que era preciso ampliar as formas de diálogo com os alunos, servidores e com a comunidade externa e ela escolheu a literatura para propor isso. Ela reuniu uma série de projetos de extensão que envolvem arte e cultura de diferentes câmpus e que estavam parados, por conta da pandemia, para propor um grupo de literatura virtual. Foi assim que ela uniu os projetos “Nas entrelinhas: literatura de autoria feminina no presídio feminino de Itajaí”, coordenado pelo professor Leonardo da Silva (câmpus São José), o grupo de teatro Palcollet do câmpus Xanxerê, o Jornal literário do Câmpus Itajaí e o curso técnico concomitante em Teatro do Câmpus Joinville e submeteu ao edital de chamada emergencial de enfretamento ao Covid-19 o projeto “(Des)controle remoto: literatura como sobre(vivência), indag(ação) e trans(formação) em tempos de isolamento social”.

Os encontros virtuais serão realizados até o mês de dezembro semanalmente, sempre às quintas-feiras às 19h, e em cada um são trabalhados temas que envolvem questões de gênero, desigualdade ou mesmo de isolamento social como o que estamos vivendo agora.
  
 

CÂMPUS ITAJAÍ