Pular para o conteúdo

Notícias

Estudantes do Ensino Médio Técnico do IFSC faturam 35 medalhas na Omif

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 27 nov 2020 14:13 Data de Atualização: 27 nov 2020 18:28

Estudantes de sete câmpus do IFSC conquistaram medalhas na Olimpíada de Matemática dos Institutos Federais (Omif). Os alunos estudam em Chapecó, Criciúma, Florianópolis-Centro, Jaraguá do Sul-Centro, Joinville, São Carlos e Xanxerê. E, juntos, faturaram oito ouros, nove pratas, oito bronzes e ainda 10 menções honrosas.

A Omif é uma competição de matemática para estudantes dos cursos técnicos integrados ao ensino médio das instituições da rede federal de educação profissional e tecnológica. Devido à pandemia de Covid-19, a terceira edição da Omif foi realizada totalmente de forma virtual. Este ano, foi realizada em duas etapas, a prova ocorreu na primeira, em 25 de outubro. E, a segunda fase, entre os dias 20 e 22 de novembro, foi dedicada a um evento on-line com palestras, minicursos, oficinas, atividades culturais, entre outras. Confira aqui o resultado final por instituição.

Premiados nos câmpus

No Oeste catarinense, 11 estudantes dos câmpus Chapecó, São Carlos e Xanxerê conseguiram entrar na lista de premiados. “Eu estava acompanhando a live de divulgação dos resultados com meus pais e meu irmão e na hora que vi meu nome, literalmente pulei de alegria”, conta a medalhista de prata Luisa Feil Kroth, do primeiro ano do técnico integrado em Edificações, do Câmpus São Carlos.

No Câmpus Jaraguá do Sul-Centro, seis estudantes do ensino médio técnico tiveram conquistas. Foram duas medalhas de ouro, uma de prata, uma de bronze e ainda duas menções honrosas. Para uma das medalhistas de ouro de Jaraguá do Sul, Natalia Mirela de Lima, da 4ª fase do curso técnico integrado em Química, o resultado obtido na Olimpíada de Matemática surpreendeu, mas foi alcançado graças à dedicação aos estudos.

“Eu me preparei estudando um pouco com os desafios e provas de anos anteriores disponíveis no site da OMIF. Então, no dia da prova, me restou pegar minha água, partir para a diversão e seja o que Deus quiser”, lembra. Além de buscar material específico da OMIF, Natalia lembra que em anos anteriores já tinha participado do Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC) da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), o que proporcionou uma base para participar de outras olimpíadas.

Já os estudantes do Câmpus Florianópolis conquistaram uma medalha de ouro, uma de prata, uma de bronze e uma menção honrosa. Marcelo Augusto Vieira Lopes obteve a medalha de ouro e é aluno da quarta fase do curso técnico integrado ao Ensino Médio em Eletrônica. Sua participação em olimpíadas de conhecimento começou em 2015, na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Também já participou de competições nacionais e estaduais nas áreas de física, química, astronomia e da Mostra Brasileira de Foguetes.

Isabelli Cristhini da Silva, medalhista de bronze e aluna da quarta fase do curso técnico integrado em Química, participa de olimpíadas na área desde o sexto ano do Ensino Fundamental, quando conheceu a OBMEP e se apaixonou. “Meu sonho é ser professora de matemática, assim como também quero seguir carreira como pesquisadora. Geralmente quando falo isso e digo que me divirto solucionando os problemas, as pessoas se assustam”, conta, rindo. “Mas, o que mais gosto disso tudo é sempre tentar tornar a matemática mais acessível para as outras pessoas,, entar mostrar a matemática da forma que eu vejo (que veio principalmente pelas olimpíadas) ou, pelo menos, mostrar que ela não é um monstro de sete cabeças”.

O Câmpus Joinville, por sua vez, teve seis alunos premiados na Omif. “Claro que não é como o evento físico, mas achei incrível o esforço de toda equipe da Omif, para este ano não passar em branco, mesmo em meio a tantos problemas. É admirável a forma com que eles trabalharam para que o evento, em todas as suas fases, fosse o mais inclusivo possível para todos os participantes. Afinal, matemática é para todos!”, enfatiza a aluna Manuela Martins da Rosa, do sétimo módulo do técnico integrado em Eletroeletrônica. A estudante participou das três edições da Omif, com direito a certificado de participação em 2018, menção honrosa em 2019 e medalha de ouro neste ano.

Confira os premiados por câmpus do IFSC

Câmpus Chapecó

Camila Fank Kist - Medalha de Ouro
Bruno Alcebíades Vaz - Medalha de Prata
Cássio Cavalli Albrecht - Medalha de Bronze
Yenidis Teilor Scheibel - Menção Honrosa

Câmpus Criciúma

Luiz Gustavo Fernandes - Medalha de Ouro
Felipe Elton Pazini Savi - Medalha de Ouro
Kauan Mariani Ferreira - Medalha de Prata
Lucas Westfal - Medalha de Prata
Nicole dos Santos de Souza - Medalha de Bronze
Edmilson Alano Batista - Medalha de Bronze
Maurício Magagnin Réus - Menção Honrosa
Kamylo Serafim Porto - Menção Honrosa

Câmpus Florianópolis-Centro

Marcelo Augusto Vieira Lopes - Medalha de Ouro
Gil Joffily Ribas - Medalha de Prata
Isabelli Cristhini da Silva - Medalha de Bronze
João Antonio Espindola Teixeira - Menção Honrosa

Câmpus Jaraguá do Sul-Centro

Luigi Ferrazza Maiochi - Medalha de Ouro
Natalia Mirela de Lima - Medalha de Ouro
Gustavo Tironi - Medalha de Prata
Andressa Colaço - Medalha de Bronze
Sofia Stefanes Pacheco - Menção Honrosa
Luana Caroline Benkendorf - Menção Honrosa

Câmpus Joinville

Luis Roberto Quintanilla Torrez - Medalha de ouro
Manuela Martins da Rosa - Medalha de ouro
Gustavo Fabianno Pereira - Medalha de prata
Romero Perardt Magalhães Brito - Medalha de bronze
João Marcos de Oliveira - Menção honrosa
Enthony Antunes Negrello - Menção honrosa

Câmpus São Carlos 

Luisa Feil Kroth - Medalha de Prata
Pablo Eduardo Dick - Medalha de Bronze
Ketlin Amanda Soares - Menção Honrosa

Câmpus Xanxerê

Bruno Bianchi Pagani - Medalha de Prata
Vinícius Gabriel Merlo - Medalha de Prata
Kaue Oselame - Medalha de Bronze
João Gabriel Piva - Menção Honrosa

Inscrições abertas para o Ensino Médio Técnico do IFSC até 15 de dezembro. Confira as vagas.

INSTITUCIONAL