Pular para o conteúdo

Notícias

Enfermagem amplia projeto para gestantes em versão on-line

CÂMPUS FLORIANÓPOLIS Data de Publicação: 25 nov 2020 16:06 Data de Atualização: 25 nov 2020 16:21

O Gestar em Família, do curso técnico em Enfermagem do Câmpus Florianópolis, é a nova roupagem do antigo Curso de preparação para gestantes e casais grávidos, projeto de extensão realizado desde 2017. “Mudamos para ampliar mesmo, considerando a família no seu amplo sentido e estimulando a participação não só da gestante, mas de qualquer pessoa que ela considere importante no acompanhamento desse processo”, explica a coordenadora Juliana Nóbrega.

Por conta da pandemia de Covid-19, a metodologia também foi alterada para que o projeto fosse realizado de forma totalmente online. Além de encontros fechados no Google Meet e de videoaulas no Youtube, o Gestar em Família tem também lives com especialistas em temas relevantes ao chamado ciclo gravídico-puerperal. Os encontros começaram em outubro e irão até a penúltima semana de dezembro.

Larissa Vizzoto do Canto e Márcio Kalil Pisano estão acompanhando desde a primeira aula. À espera de Ísis, o casal está na 14ª semana da gestação. “Desde o primeiro encontro recebemos muitas informações importantes. O plano de parto, por exemplo, eu não conhecia, não tinha ouvido falar, mesmo a gente pesquisando muita coisa na internet”, conta a advogada, professora e futura mãe.

Para Larissa, apesar de ter uma convivência grande com crianças nos últimos anos, com afilhada e sobrinhas, filhos de amigos, ainda há muita coisa a aprender. Com a família toda “de fora” – ela é gaúcha e Márcio, de Campo Grande, o projeto é também o momento de apoio. “As professoras são maravilhosas e dão dicas ótimas mas, tão importante quanto a parte científica, ou até mais, é eu não me sentir só, é ter a troca de vivências. Mesmo sem conhecer ninguém pessoalmente, eu me sinto acolhida. Acolhimento é a palavra-chave”, reflete.

Márcio também se diz satisfeito. “Sempre quis ser um pai participativo. Tive um pai que passava muito tempo trabalhando, fora, e quando pensava na paternidade, já planejava fazer diferente, fazer melhor. Tento estar presente e coloquei à disposição para aprender, sobre como posso me comportar para fazer desse período o mais tranquilo e saudável pra ela e pra Ísis”.

Para ele, uma das atividades mais interessantes até o momento foi a palestra com a nutricionista. “Fiquei espantado em saber como a alimentação influencia não apenas na formação do bebê e anos iniciais, mat até a adolescência”, lembra. “Recomendo a todo pai de primeira viagem. Você vai aprendendo como fazer como você vai auxiliar. Nada pior do que chegar o momento e você não ter ideia do que tem de ser feito”.

CÂMPUS FLORIANÓPOLIS