Pular para o conteúdo

Notícias

Professor do Câmpus Caçador é co-autor de livro sobre a tribo Laklãnõ

ENSINO Data de Publicação: 19 abr 2021 16:26 Data de Atualização: 19 abr 2021 16:29

O professor de português Ricardo de Campos, do Câmpus Caçador do IFSC, é um dos autores do livro O povo Laklãnõ e os outros, que aborda a cultura, os costumes e as tradições de um grupo de famílias pertencentes à tribo Laklãnõ. A obra foi escrita em autoria com o também professor Nanblá Gakran, que é índio da etnia Laklãnõ e nascido na Terra Indígena Laklãnõ em Vítor Meireles, no Alto Vale do Itajaí. 

O leitor conhece a cultura, os costumes e tradições da tribo Laklãnõ (“os descendentes do sol ou o clã do sol”) a partir do olhar e da vivência dea jovem índia Kóziklã, nascida em algum ponto da Mata Atlântica. Também acompanha como foram os primeiros contatos com os imigrantes europeus, os “outros”, e as consequências que isso causou aos povos indígenas. Pela mente de Kóziklã, é narrado o pavor de ser capturada pelos bugreiros e as angústias e expectativas ao ser levada à força e adotada por uma família de imigrantes alemães. E, por fim, a obra conta como foi o primeiro contato pacífico entre a tribo de Kóziklã e os funcionários do Serviço de Proteção aos Índios sob o ponto de vista dos Laklãnõ.

A obra foi escrita em língua portuguesa e, segundo o professor Ricardo de Campos, os autores pretendem fazer uma versão deste livro na língua Xokleng/Laklãnõ para os jovens da reserva indígena Laklãnõ em Vitor Meireles.

O livro impresso pode ser adquirido no site Clube de Autores ou em livrarias e lojas online (Amazon, Lojas Americanas, Livraria Cultura, Mercado Livre, Estante Virtual e Submarino).

Sobre os autores

Ricardo de Campos é natural de Canoinhas, planalto norte de Santa Catarina. Possui bacharelado e licenciatura em Letras-Português e Inglês (Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC/Universidade do Contestado - UnC) e mestrado em Educação e Comunicação (UFSC). Autor de outro romance histórico, Caboclos Rebeldes – uma Aventura pela Guerra do Contestado, e obras de cunho didático nas áreas de Comunicação Técnica, Comunicação e Expressão e de Produção Textual. Atualmente, é professor de português no Câmpus Caçador do o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e membro do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (NEABI) do câmpus.

Nanblá Gakran é índio da etnia Laklãnõ e nasceu na reserva Terra Indígena Laklãnõ em Vítor Meireles. Possui bacharelado e licenciatura em Ciências Sociais (Universidade do Vale do Itajaí – Univali), licenciatura em Letras-Português (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Boa Esperança/Fafibe), mestrado em Linguística (Universidade Estadual de Campinas – Unicamp), doutorado em Linguística (Universidade de Brasília – UnB) e pós-doutorado em Linguística (Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC). Atualmente, é professor nas redes municipal e estadual de ensino, membro da Confederação das Academias de Letras do Brasil (Conalb), membro do grupo de pesquisa em Políticas Linguísticas Críticas, da UFSC, e atua como orientador de jovens e comunidade em geral para a valorização da identidade étnico-cultural.

ENSINO EXTENSÃO CÂMPUS CAÇADOR PESQUISA

Nó: liferay-ce-prod02