Pular para o conteúdo

Notícias

Aula inaugural do curso de Engenharia Química mostra a rotina do profissional

ENSINO Data de Publicação: 13 mai 2021 23:36 Data de Atualização: 17 mai 2021 10:56

Nesta quinta-feira (13) o curso superior de Engenharia Química do Câmpus Lages do IFSC realizou a sua aula inaugural. O Engenheiro Químico André Luiz Reis, da empresa Klabin Papel e Celulose, foi o convidado para uma conversa com os alunos sobre os desafios da profissão. O curso foi aprovado para oferta no início deste ano e estava disponível para seleção no Sisu ofertando 30 vagas.

André é natural do Paraná e começou a trabalhar com 13 anos. Começou o curso de Engenharia Química na Universidade Estadual do Maringá e descobriu a iniciação científica por meio de uma oportunidade no curso de farmácia. Com isso conseguiu deixar de trabalhar por fora e se dedicar 100% ao curso. "Publicamos artigos em revistas científicas e foi o que me ajudou a me sustentar durante o curso", disse. Logo depois, um estágio numa empresa de reciclagem de embalagem de agrotóxicos foi o segundo passo e daí emendou sua carreira profissional.

A carreira profissional de André foi o fio condutor da conversa. Atualmente, ele trabalha na Klabin com base na Argentina, coordenando a cadeia de melhoria contínua (operacional) da multinacional fabricante de papel e celulose. Segundo ele, lidar com pessoas é o grande desafio do profissional, seja em qualquer área que escolheu trabalhar. "Mesmo aquele engenheiro que se especializou na parte técnica precisa das pessoas para que os projetos saiam do papel e você sempre vai precisar de ajuda. Por isso é necessário ter boa comunicação e saber expor o propósito da empresa", completa André.

Foi essa experiência que levou o coordenador do curso de Engenharia Química do Câmpus Lages, Gustavo Henrique Ponce, a trazer André para conversar com a turma. "André é um case de sucesso. Desde cedo e até antes de formado trabalha na área e a ideia foi trazer alguém para de fato motivar os alunos sobre as possibilidades que a formação pode oferecer", comenta Gustavo.

Experimentar sempre

Como recado aos alunos, André estimulou que busquem o máximo de experiência possível durante o curso, que façam estágios, remunerados ou não, e que foquem na resolução de problemas. "O campo é bastante vasto. Passei por fábricas de alimentos, de reciclagem, de metais e agora de papel e celulose. Todas as experiências foram importantes para minha carreira e essa experimentação me ensinou muito, finaliza.

O recado atingiu em cheio Luiz Arthur Tiburcio, de São José dos Câmpus-SP, que teve ainda mais certeza da escolha certeira que fez ao escolher a engenharia química. "Para ser sincero, achei incrível. Gostei pra caramba de saber como é a vida de um engenheiro no geral. Só reforçou ainda mais meu gosto pelo curso. Sou apaixonado por química e gosto muito da engenharia, então é a combinação perfeita", comenta o aluno.

Luiz tem em mente os planos para o andamento do curso e pretende aproveitar as oportunidades que o IFSC tem a oferecer. "No momento eu pretendo começar a graduação e depois no meio do curso tentar um estágio em alguma empresa. Também penso na possibilidade de aprofundar meu inglês, para quem sabe futuramente trabalhar no exterior ou fazer um intercâmbio, isso ainda não sei", completa.

 
ENSINO CÂMPUS LAGES

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.