Pular para o conteúdo

Notícias

Professores de Física promovem lives para divulgar informações científicas em linguagem acessível

CÂMPUS FLORIANÓPOLIS Data de Publicação: 23 jul 2021 15:32 Data de Atualização: 23 jul 2021 17:54

Será realizada no dia 29 de julho, às 19h, mais uma live do Projeto Momentos Com-Ciência, dessa vez com o tema Baleias: os gigantes do mar. O convidado será o professor Paulo César Simões Lopes, do Departamento de Ecologia e Zoologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Ele dará um panorama dos diferentes tipos de baleias que são comuns no Brasil, além de contar sobre o impacto da ação humana na diminuição da população destes animais – e de como a ciência e planejamento podem atuar para mudar esta situação.

O Momentos Com-Ciência é um projeto de extensão coordenado pelo professor de Física Gerson Gregório Gomes, do Departamento Acadêmico de Linguagem, Tecnologia, Educação e Ciência (Daltec) do Câmpus Florianópolis. Além dele, o professor Carlos Ofugi também atua na elaboração dos temas, convites aos palestrantes e organização das transmissões.

De acordo com Gomes, que deu aulas anteriormente no IFSC Araranguá, ele acompanhava, com seus alunos do curso de licenciatura, um projeto do curso de Física da Universidade de São Paulo (USP), em que eram realizadas palestras on-line sobre temas diversos da disciplina. “Quando vim para dar aulas em Florianópolis, trouxe essa ideia comigo”, relembra.

Como o projeto Momentos Com-Ciência Gomes começou a participar de um programa de extensão que inclui a Equipe Olímpica (treinamento dos estudantes do câmpus para olimpíadas do conhecimento na área de Física e Astronomia) e a Mostra Interativa de Ciências (os dois últimos já existiam no câmpus). “O Momentos foi desenvolvido para ser presencial, antes da pandemia. Com a suspensão das atividades presenciais, ficamos um tempo pensando no que fazer e acabamos decidindo pelo modelo de live”, explica o professor.

A primeira live foi realizada em dezembro do ano passado, com o tema “Olhando os vasos sanguíneos por dentro”. Já foram apresentadas também discussões sobre a onda de negacionismo científico, radiação de corpo negro e hipótese de Planck, plastisfera e qualidade do consumo da água para agricultura. As transmissões e os videos estão disponíveis no canal do Youtube do Câmpus Florianópolis.

Segundo o coordenador, a ideia é levar a informação não só ao público leigo, mas também a professores da área. “Tanto estudantes quanto docentes se beneficiam. Amplia conhecimentos e proporciona uma formação complementar”, diz, lembrando que também pode ser uma forma de incentivar professores a buscarem formas mais interativas de ensino.

Carlos Ofugi destaca a importância da divulgação científica em uma linguagem acessível a todos.“A divulgação científica possibilita que a população em geral compreenda conceitos, fenômenos, experimentos e tecnologias desenvolvidas no âmbito da comunidade acadêmico-científica, mas que possuem reflexos diretos ou indiretos no cotidiano”. Para ele, a abordagem qualificada dessas questões é capaz de contribuir para o desenvolvimento cultural e ampliação do pensamento crítico da comunidade. “Além disso, a divulgação científica realizada numa linguagem acessível a todos pode ser capaz de desmistificar fatos, evitar o compartilhamento de fake news, embasar a tomada de decisões e adoção de hábitos saudáveis”.

CÂMPUS FLORIANÓPOLIS

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.