Pular para o conteúdo

Notícias

Direção do Câmpus Joinville assume definitivamente para mandato de 4 anos

CÂMPUS JOINVILLE Data de Publicação: 23 ago 2021 16:24 Data de Atualização: 23 ago 2021 16:56

Com a posse do professor Maurício Gariba Júnior como reitor do IFSC, em 18 de agosto, as gestões eleitas para os câmpus também foram empossadas de forma definitiva. A nomeação do professor Maick da Silveira Viana como diretor-geral do Câmpus Joinville foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) na sexta-feira (20). Desde 30 de abril do ano passado, professor Maick estava como diretor pro tempore. O reitor e os diretores foram eleitos em 2019 para um mandato de quatro anos, que passa a contar a partir de agora.

“Embora oficialmente pro tempore, a escolha da equipe de gestão pela comunidade por meio de processo eleitoral deu a segurança que necessitávamos para desempenhar nosso trabalho. Durante o período em que o reitor eleito não foi empossado, sendo designado um pro tempore, foi muito importante para a estabilidade institucional que nos câmpus as direções eleitas tivessem iniciado seus trabalhos conforme a escolha de técnico-administrativos, professores e estudantes nas eleições de 2019”, ressalta professor Maick.

Conforme o diretor, mesmo nesse período de transição, o plano de gestão foi iniciado, dentro das possibilidades para o período de atividades não presenciais, já que as demandas emergenciais impostas pela pandemia precisaram ser priorizadas. “Mesmo com uma série de processos e atividades já adaptadas, é constante a necessidade de se buscar soluções que viabilizem de modo produtivo e saudável o trabalho e o estudo de servidores e estudantes”, enfatiza.

Clique aqui para acessar o Relatório de Gestão do Câmpus Joinville do IFSC – Exercício 2020, apresentado pela equipe diretiva ao Colegiado do Câmpus

“Contar com servidores e coordenadores foi muito importante em meio a tantos desafios, pois apenas com um corpo técnico e gestor comprometido com o IFSC é possível continuar caminhando mesmo em meio às dificuldades sanitárias e políticas que vivenciamos”, avalia. “Não posso deixar de destacar também o trabalho da equipe da direção que faz com que as coisas aconteçam”, agradece o diretor.

A gestão do câmpus é completada pela diretora de Ensino, Pesquisa e Extensão, Dayane Clock; chefe do Departamento de Administração, Karin Fetter; chefe do Departamento de Assuntos Estudantis, Geraldo Sales dos Reis; e assessora da Direção-Geral, Simone Hinsching.

Expectativas

Para os próximos quatro anos à frente da direção do Câmpus Joinville, professor Maick destaca três pontos desafiadores. “No curto e médio prazos, a retomada das atividades presenciais merece toda a atenção para que sejam feitas com segurança e nossas atividades pedagógicas possam ser retomadas com a qualidade necessária”, comenta. Nesse contexto, além de salas e laboratórios, ele explica que é preciso preparar e capacitar os membros da comunidade para esse retorno, seguindo a Política de Segurança Sanitária do IFSC (PSS).

Como segundo destaque, o diretor cita a questão de permanência e êxito dos estudantes. “Nem todos se adaptaram bem às atividades não presenciais, e outros aguardam o retorno presencial para poder retomar as aulas. São muitas histórias que foram impactadas pela pandemia de diferentes maneiras (física, psicológica, financeira, familiar etc), e cabe a nossa instituição entender o novo contexto e acolher a todos.”

O terceiro ponto de atenção observado por professor Maick é relacionado ao orçamento do IFSC, que vem sendo reduzido a cada ano. “Nesse contexto, é necessário se adaptar à nova realidade, não deixando de prestar serviços de qualidade à comunidade, e ao mesmo tempo lutar para que o investimento das instituições federais de ensino retome a patamares pelo menos próximos ao que tivemos no passado.”

CÂMPUS JOINVILLE INSTITUCIONAL

Nó: liferay-ce-prod01

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.