Pular para o conteúdo

Notícias

IFSC produz histórias há 112 anos

INSTITUCIONAL Data de Publicação: 23 set 2021 12:18 Data de Atualização: 23 set 2021 14:35

Em questão de segundos, muita coisa acontece na vida das pessoas. Mais ainda em 24 horas do dia. Histórias começam e terminam no prazo de um ano. Imagina as milhares de vidas que são transformadas, que mudam de rumo e caminhos em mais de um século. Pois é, o IFSC completa, nesse 2021, 112 anos de trajetória paralela a milhares de outras tantas que trilharam junto a ele. 

Um decreto do presidente Nilo Peçanha cria a Escola de Aprendizes Artífices de Santa Catarina, voltada à educação profissional de meninos de 10 a 13 anos, filhos de famílias carentes. O mesmo decreto 7.566 de 23 de setembro criou outras 18 escolas em todo o País, o que torna a data marco da criação da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Os primeiros cursos industriais oferecidos eram os de Cerâmica, Alfaiataria, Marcenaria, Serralheria, Fundição, Mecânica de Máquinas, Carpintaria, Tipografia e Encadernação. 

A partir de 1950, gradualmente, as mulheres também começam a procurar a formação industrial, tendo os cursos de Alfaiataria, Carpintaria e Encadernação como preferidos. O primeiro registro  de alunas ingressando na antiga Escola Industrial de Florianópolis data de 1951. Porém, a maioria desistia do curso ao final da 1ª ou 2ª série. Em 1967, o Conselho de Professores autorizou em definitivo o ingresso de meninas, com criação de disciplinas específicas para elas: Educação para o Lar, Puericultura, Arte Culinária, Noções de Enfermagem, Costura e Artes Aplicadas. 

Apesar desse início difícil, hoje elas já são 45% de nossas matrículas. A representatividade aparece também no número de servidores com uma proporção de 1,27 homens para cada mulher. Porém, a diferença é maior no quadro de docentes, que registra 1,76 homens para cada mulher, enquanto no quadro de técnico-administrativos elas são maioria – 1,16 mulheres a cada homem. Índices que seguem no setor de pesquisas da Instituição.

História recente

O dia 30 de abril passado é um marco de vitória para Orbele Batista Funaki, 48 anos, e Lucival Gonçalves Ferreira, 43. Ela, aluna do curso Pedagogia Bilíngue. Ele, estudante de Produção Multimídia. Ambos do Câmpus Palhoça-Bilíngue. Juntos há 16 anos, eles se formaram no mesmo dia, vencendo um caso de enfermidade ocorrido com a Orbele. 

A estudante foi diagnosticada com um tumor no ouvido esquerdo e teve que ser submetida a diversas cirurgias. Com isso, ela ficou com sequelas, como intensas dores de cabeças, convulsões, e perda total da audição do ouvido esquerdo. Até hoje faz tratamento, e em alguns lugares tem que estar sempre acompanhada. “Quando a Orbele começou a estudar, eu tinha que ficar do lado de fora do IFSC, esperando durante todo o período de aula, para poder socorrer caso precisassem, até que surgiu a oportunidade de começar o curso de multimidia. Então fui para dentro da universidade para estar perto dela”, conta Lucival.

“Acredito que o IFSC surgiu em nossas vidas como um divisor de águas... Pois estávamos procurando fazer coisas diferentes, que nos dessem prazer em fazer, e trouxesse benefícios reais às pessoas. E foi no IFSC Palhoça-Bilíngue que reaprendemos muitas coisas, pois já somos pessoas de idade mais avançada. Fomos muito bem acolhidos, respeitados, com nossas diferenças de gerações e de especificidades. Foi um grande salto, e real. Com isso nossa vontade de continuar os estudos está mais aflorada”, ressalta Júnior. 

Ele conta que hoje ela faz Especialização em Educação Profissional e Tecnológica - Lato Sensu, no Câmpus Florianópolis, e ele inicia em outubro também uma Especialização Educação Digital pela Universidade Estadual da Bahia (Ubeb).  “O IFSC nos proporcionou tudo isso juntos”, destaca Lucival. 

Comemorações

Para a data não passar em branco, dia 1º de outubro, acontecem as comemorações dos 112 anos e a celebração da posse do reitor Maurício Gariba Júnior, às 16h, pelo canal do IFSC no Youtube.

Presente

Atualmente, o IFSC conta 22 câmpus e o Centro de Referência em Formação e Educação a Distância (Cerfead). Oferece 573 cursos, que vão do Ensino Médio à pós-graduação, e registra 44.724 matrículas ativas. 

Com tantas oportunidades, as possibilidades de estórias e vidas se multiplicam e fazem parte da trajetória do IFSC. 

São egressos que retornam como docentes; professores que se tornam mestres de seus próprios filhos, preparando-os também para a vida profissional. Há aqueles pais, mães, filhos e irmãos  que compartilham as salas de aula como colegas da classe ao lado. Enfim, são 112 anos de história construindo novas rotas. 

Veja a mensagem do reitor Maurício Gariba Júnior para a data de hoje:

 

INSTITUCIONAL

Nó: liferay-ce-prod01

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.