Pular para o conteúdo

Notícias

Estudantes do IFSC participam do Brasil Design Award pela primeira vez

CÂMPUS FLORIANÓPOLIS Data de Publicação: 27 set 2021 16:03 Data de Atualização: 27 set 2021 17:22

Dois projetos de estudantes do curso de Tecnologia em Design de Produto do Câmpus Florianópolis do IFSC estão participando do Brasil Design Award 2021, premiação que tem por objetivo reconhecer e divulgar os trabalhos desenvolvidos por designers de todo o país e um dos mais relevantes da área no território nacional.

Ambos concorrem na categoria de Design de Impacto Positivo, subcategoria estudantes, que inclui projetos de qualquer natureza do design que tenham em sua concepção a geração de impacto positivo, além de atender aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidades (ONU).

Além da avaliação do júri do concurso, os dois projetos inscritos irão participar da etapa de voto popular onde os projetos mais votados de cada categoria serão contemplados com um prêmio em troféu. Os links de votação ficarão abertos de 30 de setembro a 27 de outubro e serão divulgados no perfil do Instagram do Brasil Design Award.

Um dos concorrentes pelo Câmpus Florianópolis é o aplicativo Amor de Óleo, uma plataforma que auxilia no reaproveitamento e descarte correto do óleo de cozinha usado. A ideia é conectar pequenos produtores a doadores, além de encontrar pontos de coleta de reciclagem de óleo de cozinha espalhados pela cidade. Desenvolvido por Kelven de Souza Carvalho e Noelle Atkienson Ornelas, com orientação das professoras Carla Arcoverde de Aguiar Neves e Deise Albertazzi GonçalvesTomelin, o aplicativo inclusive já foi apresentado a administrações municipais da Grande Florianópolis e está em negociação para uma possível implementação em 2022.

O outro projeto do IFSC é o Conjunto Mirai, criados por Celine Endler Pellegrino, Maria Alice Silva Domingues do Rosário, Silvio David M. Júnior, além de Kelven e Noelle. O Mirai, que significa futuro em japonês, é um conjunto utilitário de hashi, com desenho inspirado no dinamismo das ondas. A ideia é minimizar a geração de resíduos descartáveis em pedidos de comidas japonesas por tele-entrega. Projetado de forma modular e feito de materiais passíveis de reciclagem, o produto pode ser adaptável formando dois produtos em um: um hashi para fazer as refeições e um saibashi, para o preparo. Desta forma, baseando-se no conceito de Lowsumerism, o produto visa incentivar o consumo consciente, permitindo às pessoas terem um único utensílio com duas funções.

Os dois projetos tiveram a orientação das professores Carla Arcoverde de Aguiar Neves e Deise Albertazzi Gonçalves Tomelin.

Pioneirismo

Esta é a primeira vez que acadêmicos do IFSC participam do Brasil Design Award. Até 2019, além da taxa de inscrição, o concurso exigia algumas condições de aplicabilidade que acabavam dificultando a participação de projetos acadêmicos. Em 2020, foi criada uma categoria exclusiva para estudantes, na qual os projetos acadêmicos desenvolvidos entre 2019 e 2020 tiveram inscrição gratuita, desde que recebessem uma carta de recomendação da sua instituição de ensino. “Mas a relevância e aplicabilidade foram cruciais para a decisão do corpo docente e dos discentes da inscrição ao prêmio, que perceberam que os ambos os projetos extrapolaram o universo da proposta inicial da disciplina”, conta a professora Carla.

CÂMPUS FLORIANÓPOLIS

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.