Pular para o conteúdo

Notícias

Projetos de sustentabilidade são aprovados no IFSC com incentivo de R$ 51 mil reais

PESQUISA Data de Publicação: 22 out 2021 14:01 Data de Atualização: 22 out 2021 16:30

Três professores do Câmpus Chapecó do IFSC irão executar projetos de pesquisa nos próximos meses com foco em sustentabilidade. Eles receberão incentivo de R$ 51 mil ao todo. Cada um dos professores, Maro Jinbo, Mateus Marcon Simionato e Carlos Filipe Goncalves dos Santos receberá o auxílio financeiro de R$ 15 mil mais R$ 2 mil para contemplar estudantes do câmpus com bolsa. A sustentabilidade energética é o tema em comum entre todas as propostas aprovadas. 

O primeiro projeto foi aprovado com 91 pontos. Coordenado por Maro, irá realizar a cobertura dos veículos oficiais do Câmpus Chapecó com geração de energia fotovoltaica. Segundo o professor, a proposta já está em andamento com o desenho do projeto do telhado fotovoltaico. 

O segundo projeto, aprovado com nota 90, do professor Mateus, trata acerca do desenvolvimento e construção de sistema para captação de água pluvial, considerando suporte para placas solares e cobertura para estacionamento da frota do câmpus. De acordo com o professor, até o momento foi realizada reunião com bolsista e desenvolvido o desenho do projeto.

A terceira proposta, de Carlos Filipe Gonçalves dos Santos, somou a nota 87 e vai abordar a ampliação do sistema de geração de energia elétrica fotovoltaica para melhoria da sustentabilidade energética do Câmpus Chapecó e uso como plataforma de ensino. Conforme o coordenador, no momento são realizadas reuniões com o bolsista escolhido e posteriormente será feita a compra dos materiais. 

Como os três projetos são interligados, a ideia é unir os três e seguir as mesmas etapas de desenvolvimento. “A ideia é unir as três ações, a cobertura para os veículos do IFSC que estão sujeitos a chuva, tempestades; construir as calhas para captação da água da chuva desse telhado, para ser utilizada posteriormente para fins não potáveis como lavagem dos pisos e para regar as plantas. Por fim, servirá também como suporte para placas solares”, explicou o professor Mateus.

Os projetos seguiram as regras e foram contemplados de acordo com o Edital nº 28/2021/PROPPI. Veja o resultado final aqui.
 

CÂMPUS CHAPECÓ PESQUISA

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.