Pular para o conteúdo

Notícias

Fase 4 no Câmpus Florianópolis: entenda como será o retorno gradual dos atendimentos e aulas presenciais

CÂMPUS FLORIANÓPOLIS Data de Publicação: 20 nov 2021 16:12 Data de Atualização: 01 dez 2021 18:28

O Câmpus Florianópolis aprovou, na última quinta, o acionamento da Fase 4 da Política de Segurança Sanitária (PSS) do IFSC. É a fase que antecede o retorno das atividades 100% presenciais.

Entre as principais mudanças da nova etapa estão a retomada do atendimento ao público externo e o aumento do percentual máximo de retorno da comunidade acadêmica. A previsão é de que a implantação desta fase seja concluída até o dia 29 de novembro.

Na Fase 4 da PSS é previsto o retorno de até 80% da comunidade acadêmica às atividades presenciais, sejam elas administrativas ou escolares. Caso você ainda não conheça a PSS do IFSC, confira aqui o que pode voltar ao presencial em cada uma das fases.

Para o acesso ao câmpus, entre as regras, estão o uso obrigatório de máscara durante todo o tempo de permanência, respeito às sinalizações de distanciamento e ocupação máxima dos ambientes e o uso de álcool gel sempre que necessário (há dispensadores espalhados por todo o câmpus).

Atendimento ao público

Com o acionamento da Fase 4, a partir do dia 22 alguns setores já atenderão à comunidade acadêmica e também a externa das 8h às 20h. No entanto, por questões de escalonamento de salas e necessidade de distanciamento, recomendamos àqueles que queiram ir ao câmpus que informem-se antes, preferencialmente por e-mail, para saber se o setor já estará em funcionamento presencial. Confira aqui a lista de contatos.

A partir do dia 29, todos os setores já terão atendimento presencial – como os horários de atendimento ao público externo serão definidos em reunião do Conselho de Gestão, é importante continuar consultando, preferencialmente por e-mail, o horário de cada um.

A Biblioteca Dr. Hercílio Luz terá funcionamento das 8h às 20h já a partir do dia 22.

Lembramos também que servidores e estudantes precisam fazer o curso de capacitação sobre a Política de Segurança Sanitária (PSS) para a Covid-19. O curso é totalmente a distância e autoinstrucional, ou seja, suas atividades podem ser realizadas pelo cursista de forma autônoma, sem necessidade de mediação pedagógica. Ao final das quatro unidades de estudo, o cursista é convidado a desenvolver uma atividade de autoavaliação, com o objetivo de aferir a apreensão dos conteúdos estudados. Terá direito à certificação de 4 horas quem obtiver 80% de acertos na atividade de autoavaliação.

Estudantes

Estudantes devem ficar atentos às comunicações via SIGAA sobre o retorno das unidades curriculares – a prioridade são fases finais e aulas práticas ou de laboratório. Neste semestre, ainda será possível optar por voltar ao presencial ou seguir em ANPs. A partir de 31 de janeiro de 2022, a permanência dos estudantes em regime remoto deverá ser justificada.

Servidores

Os servidores que ainda não foram informados sobre a escala de trabalho do seu setor e horários de atendimento devem entrar em contato com suas chefias imediatas, pois cada área terá autonomia para organizar suas atividades, desde que, a partir do dia 29, haja atendimento presencial ao público externo. O trabalho presencial deverá obedecer o distanciamento nos locais de trabalho, além de todas as regras exigidas na PSS.

Exceções

A instrução normativa SGP/SEDGG/ME nº 90, de 28 de setembro de 2021, estabelece em quais casos os servidores deverão permanecer em trabalho remoto, conforme reproduzido abaixo:

Art. 4º Deverão permanecer em trabalho remoto, mediante autodeclaração, as seguintes situações abaixo:

I - servidores e empregados públicos que apresentem as condições ou fatores de risco descritos abaixo:

a) idade igual ou superior a 60 anos;

b) tabagismo;

c) obesidade;

d) miocardiopatias de diferentes etiologias (insuficiência cardíaca, miocardiopatia isquêmica etc.);

e) hipertensão arterial;

f) doença cerebrovascular;

g) pneumopatias graves ou descompensadas (asma moderada/grave, DPOC);

h) imunodepressão e imunossupressão;

i) doenças renais crônicas em estágio avançado (graus 3, 4 e 5);

j) diabetes melito, conforme juízo clínico;

k) doenças cromossômicas com estado de fragilidade imunológica;

l) neoplasia maligna (exceto câncer não melanótico de pele);

m) cirrose hepática;

n) doenças hematológicas (incluindo anemia falciforme e talassemia); e

o) gestação.

CÂMPUS FLORIANÓPOLIS

Nó: liferay-ce-prod03

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Leia Mais.