Relato do Lucas Zanete | Intercambista do Propicie 14

BLOG DOS INTERCAMBISTAS Data de Publicação: 21 nov 2018 15:53 Data de Atualização: 21 nov 2018 16:05

Com o tempo fica mais fácil lembrar que estou na Alemanha. As coisas vão bem aqui em Neubrandenburg, o clima já mostrou ser mais frio que no Brasil e o outono daqui faz questão de mostrar-se diferente das terras tupiniquins.

Nos programamos para dividir o problema em etapas, no começo a ideia era me familiarizar com os equipamentos do projeto, e com a linguagem de programação decidida para trabalhar. Assim fiz códigos secundários para aprender e praticar. Como fazer uma interface para medições com o instrumento a ser calibrado. E depois fazer uma interface para controlar a mesa que o instrumento será acoplado. 

Estas etapas estão basicamente concluídas. Então podemos começar a atacar o objetivo principal que é integrar tudo. Desde o principio foi me dito que não há a necessidade de concluir todo o projeto, porém vejo o ritmo que estamos tendo e acredito ser possível e assim espero que aconteça.


No dia 21/10, o escritório internacional da Universidade fez uma viagem a Berlim e eu participei. Muitos alunos de outros países e muita troca de cultura, esta começou muito antes de chegar a Berlim, saímos de trem e na conversa com os outros percebi muitas coisas que não havia antes. Como o fato de quase não ser usado postes para a transmissão de energia elétrica e quantos lugares dedicados a energia solar e eólica, coisas que teriam uma eficacia muito melhor no brasil do que na Alemanha devido ao índice de insolação, porém é difícil de ver um painel.


Na chegada, já percebemos o quanto a cidade tem de cultura e de história, na saída da estação de trem um pedaço do Muro na calçada e diversos grafites nele. Fomos visitar o museu da espionagem, pois a cidade é conhecida como a capital dos espiões. É um lugar muito interessante, com soluções de espionagem que deixaria James Bond com inveja. Depois disso a visita a cidade estava liberada. Nos dividimos em grupos de acordo com os bilhetes de trem, de 5 em 5, e visitamos a cidade. São tantos museus e tão grandes.

É uma cidade incrível e foi muito bom poder conhecer um pouquinho dela. Fomos até a linda Catedral de Berlim (Berliner Dom) e podemos ver a cidade do alto no topo da mesma, ir até a Alexanderplatz também, e algumas fotos no Portão de Brandenburg (Brandenburger Tor).

BLOG DOS INTERCAMBISTAS