Publicador de conteúdo Publicador de conteúdo

Reditec Sul e manifestações

Reditec Sul e manifestações

BLOG DA REITORA Data de Publicação: 17 mai 2019 16:04 Data de Atualização: 17 mai 2019 16:19

Olá!

Passei a maior parte da semana na cidade de Frederico Westphalen, no Rio Grande do Sul, participando da segunda edição da Reditec Sul 2019, organizada pelo Instituto Federal Farroupilha. O evento reuniu reitores, pró-reitores, diretores-gerais e diretores sistêmicos dos institutos federais do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. 

Durante três dias, tivemos discussões e atividades orientadas a partir do tema “Mãos que fazem, mentes que transformam: 110 anos da educação profissional no Brasil”, que é o tema da Reditec nacional, que será organizada pelo IFSC de 9 a 13 de setembro em Florianópolis. 

Foi um momento importante de capacitação, com palestras, mesas-redondas e oficinas para refletirmos sobre os desafios para o desenvolvimento e consolidação da Rede Federal. Também tivemos um espaço para compartilhar experiências exitosas, em que podemos aprender com as boas práticas das outras instituições e também dividir projetos bacanas que fizemos. Tivemos quatro experiências exitosas selecionadas: a experiência de consolidação da curricularização da extensão nos cursos superiores de tecnologia do Câmpus Gaspar, o projeto de busca ativa, acolhimento e inclusão social de imigrantes e refugiados, também de Gaspar, a elaboração da cadeia de valor da Prodin e o edital de youtuber para alunos da Proex.

A Reditec Sul também foi uma oportunidade de reforçar nossa mobilização em defesa dos Institutos Federais. Inclusive, acompanhamos de lá as manifestações contra os bloqueios orçamentários e em defesa da Educação Pública, organizadas pelas representações de alunos e servidores na quarta-feira, em todo o País. Entendemos que a mobilização é legítima por ser a luta de todos contra os cortes na educação. 

Enquanto as manifestações ocorriam por todo o país, fizemos um abraço simbólico no evento demonstrando a nossa união em prol da educação brasileira. A nossa luta enquanto instituição federal de educação tem sido mostrar à população que, ao diminuir a educação pública federal, diminuem-se as possibilidades de uma país menos desigual e menos violento. O vídeo completo da mobilização pode ser assistido aqui.

Tivemos uma semana marcada por manifestações nacionais em defesa da educação pública. Na segunda-feira, tivemos o Abraço pela Educação, um ato organizado por toda a a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Em nossos câmpus e na Reitoria, nossos servidores e alunos abraçaram, literalmente, a causa demonstrando seu apoio contra o bloqueio orçamentário que foi divulgado pelo Governo Federal há duas semanas.

Nesta semana, divulgamos uma nova nota oficial em nosso Portal, em que detalhamos o impacto do bloqueio no nosso orçamento e atualizamos informações sobre o que temos feito para tentar reverter a situação. Temos visto circular muitas informações falsas e confusas sobre o assunto e sugiro que leiam a nossa nota, na qual buscamos esclarecer a atual situação.

Audiência pública

Temos sido bem transparentes em nossos canais e com a imprensa sobre o bloqueio. Para explicar ainda mais para a comunidade, vou participar, nesta segunda, de uma audiência pública juntamente com o reitor da UFSC, o professor Ubaldo Balthazar, com parlamentares catarinenses. O evento é aberto a todos e será às 8h30, no Auditório Garapuvu, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC, em Florianópolis. Deixo o convite para quem puder comparecer. 

Além de nós, reitores, demais gestores das instituições também irão – no nosso caso, pró-reitores e diretores-gerais dos câmpus já estão organizados para estarem presentes. Esta audiência é resultado de uma proposta aprovada pela Comissão de Educação da Câmara dos Deputados e tem como tema “A Situação das Universidades e Institutos Federais a partir do Bloqueio do Orçamento proposto pelo Ministério da Educação”. Nossa intenção é que tanto os parlamentares quanto a comunidade em geral conheçam a realidade orçamentária das instituições.

E hoje é o Dia Internacional contra a Homofobia e compartilho com vocês nosso cartão institucional, reforçando que não toleramos nenhum tipo de preconceito na nossa instituição.

Até a próxima semana!

BLOG DA REITORA